X

HÁ 4 ANOS

Ato na avenida Paulista relembra vítimas da tragédia de Brumadinho

Por volta de meio-dia o toque de uma sirene lembrou o horário em que o rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão aconteceu

Bruno Hoffmann

Publicado em 25/01/2023 às 16:59

Atualizado em 25/01/2023 às 17:02

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Homenagem às vítimas da tragédia de Brumadinho / Rovena Rosa/Agência Brasil

As vítimas da tragédia em Brumadinho, no interior de Minas, foram lembradas nesta quarta-feira durante um ato na avenida Paulista, na região central de São Paulo, durante todo o dia. Por volta de meio-dia o toque de uma sirene lembrou o horário em que o rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão aconteceu há quatro anos.

Na época, os sinais de perigo não informaram e o próprio presidente da Vale, Fábio Schvartsman, admitiu que as medidas de monitoramento da barragem não funcionaram.

Desde 2020, o Instituto Camila e Luiz Taliberti promove um Ato em memória e homenagem às vítimas, considerada uma das maiores tragédias ambientais e trabalhistas do Brasil, o rompimento da barragem em Brumadinho completa hoje (25) quatro anos. No episódio, 270 pessoas morreram, a maioria funcionários em atividade nas estruturas da empresa Vale. Os corpos de três vítimas ainda estão desaparecidos e são procurados pelo Corpo de Bombeiros.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CRIME DE TRÂNSITO

Motoristas pagam R$ 600 por dispositivo anti-multa

Golpe da folha magnética permite encobrir caracteres da placa do veículo

Licitação

Prefeitura de Cafelândia abre licitação de R$ 611 mil para pavimentação.

Critério de julgamento será de menor preço global; Abertura da sessão pública será dia 17 de junho, às 9h

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter