Publicidade

X

Estado

Baixada reforça segurança em escolas da região

Cidades da região aumentaram a segurança nas escolas após ataque em Suzano

ALINE

Publicado em 20/03/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Em Santos, a Guarda Civil Municipal disse que intensificou o patrulhamento preventivo nas unidades municipais de ensino / /Nair Bueno/DL

Após o ataque a tiros na escola de Suzano, na Grande São Paulo, na última quarta-feira (13), que deixou dez mortos, a Baixada Santista reforçou a segurança nas escolas.

Em Peruíbe, um vídeo que circulou domingo em redes sociais sobre suposta ameaça a alunos de escolas públicas e particulares levou pânico à população. Foi intensificado o patrulhamento nas escolas municipais e as rondas.

Em Santos, a Guarda Civil Municipal disse que intensificou o patrulhamento preventivo nas unidades municipais de ensino, visando assim a segurança dos alunos e funcionários. A Secretaria de Educação esclarece que as unidades estão realizando rodas de conversa e abrindo espaço para o diálogo com os estudantes para que eles se expressem e se acalmem.

Em Guarujá, a prefeitura informou que a Guarda Civil Municipal já realiza, periodicamente, ronda escolar nos próprios educacionais, e dentro das escolas, a prefeitura possui o guarda patrimonial, além de câmeras de monitoramento.

Cubatão não possui guarda municipal. Atualmente todas as escolas públicas da contam com vigilantes ou controladores de acesso e a Ronda Escolar da PM. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Cidadania, está em fase de elaboração o projeto para ser licitado do sistema de videomonitoramento, que será implantado em todos os próprios municipais e nas escolas.

Controle.

A Secretaria de Educação de São Vicente disse que as escolas municipais contam com vigilantes no controle de acesso às unidades. Os horários de entrada são pré-determinados e o atendimento nas secretarias é feito separadamente da área interna, onde ficam alunos e professores. No caso da Educação Infantil, há uma relação com os nomes dos pais ou responsáveis autorizados a pegar as crianças ao término da aula.

A prefeitura informa, ainda, que a ronda escolar atua de forma preventiva, com unidade na Área Insular e na Área Continental. O trabalho é em conjunto com diretores da rede municipal, que, identificando qualquer alteração na rotina escolar, aciona a
corporação.

Em Itanhaém, o município realizou uma seletiva para a função de Guarda Patrimonial que está em fase conclusiva. Os profissionais irão atuar nos períodos diurno e noturno nas escolas municipais. Durante o período de aula, a recomendação é para que as escolas fiquem com os portões trancados. Além disso, todas as unidades escolares do município possuem alarmes com ativação noturna A Prefeitura de Praia Grande disse que a Guarda Civil realiza rondas diariamente pelas escolas do município, não tendo sido necessário intensificar esse tipo de ação. Além disso, quando há comunicado de algum problema específico em alguma unidade, são destacadas equipes para prestar apoio nos horários de entrada e saída da referida escola.

A Secretaria de Segurança e Cidadania informa que toda a conduta dos GCMs está sendo revisada e intensificada para melhor adequar as rondas escolares, além de melhorar a inteligência policial para agir de forma rápida.
(Glauco Braga/DL)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Direitos Humanos

'Inconcebível', diz Alckmin sobre ataques contra civis em Gaza

Assim como Lula, vice-presidente fez apelo à comunidade internacional

Política

Lula se reúne com Maduro para tratar de eleições na Venezuela no segundo semestre

Palácio do Planalto informou que questão de Essequibo não foi tratada

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter