X

Copa no Brasil

Brasil vence eleição e vai ser sede da Copa do Mundo de futebol feminino

País recebe o campeonato em 2027; eleição aconteceu durante o 74º Congresso da Fifa, em Bangcoc, na Tailândia

Monise Souza

Publicado em 17/05/2024 às 16:11

Atualizado em 17/05/2024 às 16:18

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Presidente da Fifa, Gianni Infantino, anuncia o Brasil vai ser sede da Copa do Mundo de Futebol Feminino / Divulgação/MEsp

Ocorreu nesta sexta-feira (17) a eleição da Federação Internacional de Futebol (Fifa) que determinou o Brasil como país-sede da Copa do Mundo Feminina. O País vai receber o campeonato em 2027. A eleição aconteceu durante o 74º Congresso da Fifa, em Bangcoc, na Tailândia.

Siga a Gazeta nas redes sociais e fique bem informado! 

Esta será a primeira vez que a competição feminina será disputada na América do Sul. O Brasil já havia recebido duas copas masculinas, uma em 1950, vencida pelo Uruguai e tendo o Brasil como vice, e a outra em 2014, marcada pela goleada sofrida pelo Brasil para a Alemanha, o fatídico 7 a 1, na semifinal do torneio.

Votação

A candidatura brasileira venceu concorrência contra candidatura conjunta entre Alemanha, Bélgica e Holanda. Na votação desta sexta, o Brasil venceu por um placar de 119 votos a 78 para a candidatura europeia (Bélgica, Alemanha e Holanda).

Durante o congresso, as comitivas tiveram 15 minutos para uma apresentação final da proposta. O Brasil apostou na defesa da sustentabilidade, desenvolvimento esportivo, liderança feminina no futebol e direito das mulheres.

  • Primeira vez que proposta é escolhida pela Fifa

Esta foi a primeira vez em que a escolha da sede da Copa do Mundo Feminina foi realizada pelo Congresso da Fifa. Os votos foram de todas as 211 associações nacionais de futebol. Até então, a escolhe se dava pelo Conselho da entidade, formado por apenas 36 integrantes.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

Proposta brasileira

A proposta brasileira já havia sido bem avaliada pelos técnicos da Fifa. O País alcançou a nota quatro (com a máxima sendo cinco), enquanto a candidatura de alemães, holandeses e belgas atingiu 3,7.

O lema da candidatura brasileira foi "Uma Escolha Natural". Segundo a proposta, a previsão é de que as dez cidades que receberam a Copa do Mundo Masculina 2014 também sediem a Copa do Mundo Feminina 2027. Além disso, todos os estádios presentes na proposta brasileira fizeram parte do evento em 2014. Tanto a final quanto o jogo de abertura ocorrerão no Maracanã.

Por ser o anfitrião da competição, o Brasil já está naturalmente classificado. Os demais nove países da Conmebol vão disputar mais três vagas. O Mundial Feminino 2027 será o segundo com 32 seleções participantes, repetindo o formato da Copa de 2023.

Estádios

Confira os estádios que devem sediar jogos no Brasil em 2027:

  1. Maracanã (Rio de Janeiro);
  2. Neo Química Arena (São Paulo);
  3. Mineirão (Belo Horizonte);
  4. Mané Garrincha (Brasília);
  5. Arena Pantanal (Cuiabá);
  6. Arena Castelão (Fortaleza);
  7. Arena da Amazônia (Manaus);
  8. Estádio Beira-Rio (Porto Alegre);
  9. Arena de Pernambuco (Região de Recife);
  10. Arena Fonte Nova (Salvador).

Igualdade de gênero

Durante 41 anos, as brasileiras não puderam praticar a modalidade e isso causou um atraso no desenvolvimento do futebol feminino. O Estado brasileiro afirma que é necessário que haja medidas de incentivo à prática para mais valorização do futebol praticado por mulheres.

Um relatório produzido pelo Instituto de Pesquisa DataSenado, mostra que a equidade de gênero no esporte brasileiro é vista pelas atletas como um processo ainda em andamento, e que a atuação do Estado no desenvolvimento de políticas públicas e no incentivo, pode trazer às mulheres espaço para a praticar ainda mais o esporte.

Apesar dos desafios, algumas atletas afirmam ter havido avanços na história da mulher no esporte, e de acordo com o governo, o Brasil planeja utilizar a Copa do Mundo Feminina como uma oportunidade para promover a igualdade de gênero e impulsionar o desenvolvimento do futebol feminino.

*Texto sob supervisão de Lara Madeira

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CINEMA

18 filmes com plot twists marcantes para quem adora se surpreender

Com nove filmes clássicos e nove mais alternativos, confira as sinopses das recomendações feitas pela Gazeta

Oportunidade de emprego

Embraer abre 66 vagas de emprego em diversas cidades; confira

Empresa, com sede em São José dos Campos, oferece 42 postos de emprego efetivo e 24 vagas no banco de talentos

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter