X

meteorologia

São Paulo registra a menor máxima do ano nesta quarta-feira

O ponto mais baixo do dia foi alcançado na estação meteorológica automática de Engenheiro Marsilac, na Zona Sul, que registrou 16,1°C

Diogo Mesquita

Publicado em 15/05/2024 às 20:09

Atualizado em 15/05/2024 às 20:28

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O frio deu as caras na cidade de São Paulo nessa quarta-feira / Roberto Parizotti/Fotos Públicas

A tarde desta quarta-feira (15) marcou um recorde climático na capital paulista, conforme dados divulgados pelo Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura. Com uma média de 18°C, São Paulo registrou a menor temperatura máxima do ano, superando o registro anterior de 23 de março, que marcava 18,4°C.

Siga a Gazeta nas redes sociais e mantenha-se bem informado!

O ponto mais baixo do dia foi alcançado na estação meteorológica automática de Engenheiro Marsilac, na Zona Sul, que registrou 16,1°C, representando a menor máxima absoluta do ano em um único local. Este valor também superou o recorde anterior, ocorrido em 23 de março, quando a temperatura atingiu 17,5°C no mesmo local.

Tem explicação

O contexto climático atípico é explicado pelo meteorologista do CGE, Thomaz Garcia, que aponta o enfraquecimento temporário do bloqueio atmosférico e a influência de uma frente fria de fraca atividade como fatores determinantes para as recentes mudanças climáticas. Esta condição interrompeu uma sequência de 26 dias sem chuva significativa na capital paulista.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

O histórico mantido pelo CGE desde 2004 revela que a menor máxima média registrada na cidade ocorreu em 18 de maio de 2022, com 12,6°C. Já a menor máxima absoluta, desde o mesmo período, foi observada também em 18 de maio de 2022, com 11,5°C na estação de Perus, Zona Norte.

O que vem por aí

Para os próximos dias, o meteorologista prevê uma retomada do clima quente e seco, com o ar frio perdendo força e se afastando para o oceano. A quinta-feira (16) será marcada por muitas nuvens e névoa úmida pela manhã, seguidas pela predominância do sol e rápida elevação da temperatura. A sexta-feira (17) será ensolarada, quente e seca, com índices mínimos de umidade próximos a 30%.

No entanto, apesar da sequência de dias quentes, o acumulado de chuvas em maio permanece extremamente baixo, representando apenas 3,4% do esperado para o mês. Os modelos de previsão estendida não indicam chuvas significativas até o final do mês, mantendo a cidade sob o domínio de um clima seco e ensolarado.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Confira o resultado do Timemania no concurso 2098, nesta terça

O prêmio é de R$ 3.000.000,00

Brasil

Confira o resultado do Dia de Sorte no concurso 919, nesta terça

O prêmio é de R$ 550.000,00

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter