Publicidade

X

Estado

Deputados tomam posse hoje e escolhem presidente da Alesp

ALINE

Publicado em 15/03/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Janaina Paschoal (PSL), que teve mais de 2 milhões de votos, está na disputa pela presidência da Casa / /Reprodução Facebook

Os deputados estaduais tomam posse e também elegem nesta sexta-feira o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Entre os nomes que disputarão a vaga na presidência estão Cauê Macris (PSDB), que tentará a reeleição, Janaína Paschoal (PSL), Daniel José (Novo) e Mônica Seixas (PSOL).

A expectativa é que a eleição da Mesa Diretora se concentre entre Macris e a estreante Janaina Paschoal, a deputada mais votada da história, que teve mais de 2 milhões de votos. A eleição atraia manifestantes ao prédio do Legislativo, o Palácio 9 de Julho, ao lado do parque Ibirapuera, na zona sul da capital paulista.

Janaina diz que desestimulou apoiadores que queriam sair em caravanas até de outros estados para pressionar os parlamentares a votar nela contra o favorito Cauê. A deputada fala que tem medo de acontecer tumulto.

Ao menos seis eventos com mote favorável a ela foram criados no Facebook. No principal deles, intitulado "grande ato por Janaina Paschoal presidente da Alesp #elasim", cerca de 500 pessoas confirmaram presença via rede social.

Os organizadores afirmam na página que o ato será realizado do lado de fora do prédio. A Casa diz que o efetivo fixo de 87 PMs será usado na organização da cerimônia. No plenário, os 94 deputados estarão cada um com um acompanhante. Só mais três convidados de cada parlamentar terão acesso ao auditório.

A entrada no prédio estará liberada. Telões serão colocados no hall principal e nos plenários para quem quiser acompanhar a transmissão da cerimônia e da eleição.

Bancada.

A eleição para a presidência, na próxima sexta-feira, será também uma amostra dos tempos agitados que estão por vir no local. O PSDB (que terá uma redução das atuais 19 cadeiras para 8) perde o posto de maior bancada para o PSL, que promete ter uma postura de independência em relação ao governo do tucano João Doria. (GSP e FP)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Resgate em Gaza

Voo para resgatar mais brasileiros em Gaza decola na quinta

Segundo o Itaramaty, 102 pessoas estão na lista de repatriação

EDIÇÃO HISTÓRICA DE 40 ANOS

Veja como comprar ingressos, preços e datas do Rock in Rio 2024

Por enquanto, o line-up do festival conta com nomes como Ed Sheeran, Imagine Dragons, Ne-yo, Ludmilla e Ivete Sangalo; evento acontece entre os dias 13 e 22 de setembro de 2024

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software