Publicidade

X

Estado

Doria diz que não irá fechar espaços culturais em SP

após polêmica. Associação listou 19 museus e serviços que serão afetados por cortes no orçamento

Matheus Herbert

Publicado em 09/04/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O governador João Doria (PSDB) já voltou atrás no corte do Projeto Guri, no último dia 1º / /Divulgação Governo do Estado de São Paulo

Após polêmica, o governador João Doria (PSDB) disse nesta segunda-feira que não vai cortar serviços nem fechar espaços culturais de São Paulo. A afirmação do governador foi feita após a Associação Brasileira das Organizações Sociais de Cultura (Abraosc) ter listado, no sábado, ao menos 19 museus ou programas de cultura que serão afetados por cortes no orçamento. Entre eles estão, o Museu Afro Brasil, a Pinacoteca e o Catavento.

De acordo com Doria, a polêmica sobre os cortes nos serviços só ocorreu por causa do anúncio do governo que será preciso fazer um contingenciamento no orçamento. Ainda segundo o tucano, ainda não é possível saber quais programas serão impactados, pois está havendo planejamento, e garantiu que na cultura não será feito
nenhum corte.

Guri.

No dia 1º, Doria anunciou que o Projeto Guri continuará com seu funcionamento na íntegra, sem redução de polos, vagas ou cursos. Ele ainda disse que o programa será aumentado em 2020, com a ajuda da iniciativa privada.

No dia 29 de março, funcionários do projeto, um dos maiores programas socioculturais do país, começaram a receber aviso prévio de que seriam demitidos no próximo mês. As medidas foram tomadas depois que o governo Doria decidiu cortar o orçamento da Secretaria da Cultura e Economia Criativa em 23%, num total de R$ 148 milhões. Nesta segunda, o tucano anunciou que o corte de orçamento será reduzido em relação ao que havia sido programado inicialmente. Usando o termo "descontingenciamento", explicou que R$ 94,7 milhões estavam previstos para o Guri em 2019 e que havia previsão de corte de R$ 20,7 milhões. Esse corte, então, foi cancelado. (GSP e FP)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Direitos Humanos

'Inconcebível', diz Alckmin sobre ataques contra civis em Gaza

Assim como Lula, vice-presidente fez apelo à comunidade internacional

Política

Lula se reúne com Maduro para tratar de eleições na Venezuela no segundo semestre

Palácio do Planalto informou que questão de Essequibo não foi tratada

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter