X

MOBILIDADE

Em encontro com Lula, Tarcísio pede apoio para trem intercidades e Metrô

Na reunião, o governador de SP pelo Republicanos também solicitou apoio para tirar do papel a ligação seca entre Santos e Guarujá

Joe Silva, com informações do Governo de SP

Publicado em 30/01/2023 às 18:26

Atualizado em 30/01/2023 às 18:43

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O presidente Lula e o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, durante reunião no Planalto / Ricardo Stuckert/Presidência da República

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), participou nesta sexta-feira (27) de mais uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o terceiro encontro deles neste mês. Na ocasião, o líder de direita solicitou apoio ao governo federal para algumas obras de mobilidade no Estado.

Durante o encontro também estavam presentes representantes de outras 26 unidades da Federação.

Tarcísio pediu apoio da União para obras como o Trem Intercidades - que promete ligar a Capital a Campinas, no Interior -, uma ligação seca entre Santos e Guarujá, e a Linha 2 do Metrô.

Em março do ano passado, quando era ministro da Infraestrutura, Tarcísio afirmou que a obra de ligação entre Santos e Guarujá seria um túnel.

Outras demandas

Para além de obras de mobilidade, o chefe do Executivo paulista solicitou financiamento para a saúde propondo perdão ou renegociação de dívidas de hospitais filantrópicos, como as Santas Casas, com a Caixa Econômica Federal. Ele também destacou a necessidade de revisão da tabela SUS.

O governador sugeriu, ainda, a alteração ou a criação de um limite único de despesa obrigatória anual das receitas dos Estados com saúde e educação com um teto de 37% e não de 25%, como é atualmente.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CRIME DE TRÂNSITO

Motoristas pagam R$ 600 por dispositivo anti-multa

Golpe da folha magnética permite encobrir caracteres da placa do veículo

Licitação

Prefeitura de Cafelândia abre licitação de R$ 611 mil para pavimentação.

Critério de julgamento será de menor preço global; Abertura da sessão pública será dia 17 de junho, às 9h

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter