Publicidade

X

SAÚDE

Em São Paulo, governo estadual decide prorrogar Campanha de Multivacinação até dia 15

O objetivo da prorrogação é aumentar as coberturas vacinais de todas as vacinas do calendário básico

Da Reportagem

Publicado em 01/11/2023 às 09:02

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Na faixa etária entre 9 e 14 anos, 320,1 mil jovens foram aos postos e 199,1 mil receberam as vacinas / Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O Governo de SP prorrogou a Campanha de Multivacinação que terminaria nesta terça-feira (31) até o dia 15 de novembro. Desde o lançamento até o dia 30 de outubro, mais de 630 mil crianças e adolescentes entre 0 e 14 anos foram imunizados. A iniciativa também já verificou a carteira de vacinação de mais de 1 milhão de menores de 15 anos de idade em todos os 645 municípios paulistas.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O objetivo da prorrogação é aumentar as coberturas vacinais de todas as vacinas do calendário básico. Até o momento, a campanha checou a carteira de 225,5 mil bebês com menos de um ano e vacinou 178,4 mil deles. Entre crianças de 1 a 4 anos de idade, 304,5 mil compareceram aos postos de vacinação e 169,9 mil foram imunizadas. 229,6 mil crianças entre 5 e 8 anos tiveram suas carteiras verificadas e 83,2 mil delas receberam doses das diversas vacinas oferecidas.

Na faixa etária entre 9 e 14 anos, 320,1 mil jovens foram aos postos e 199,1 mil receberam as vacinas. Entre as vacinas ministradas exclusivamente a crianças entre 9 e 14 anos, que incluem a vacina para HPV e Meningo ACWY, mais de 342 mil doses foram aplicadas.

A campanha de multivacinação disponibiliza imunizantes para Poliomielite, Meningocóccica C Conjugada, Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola), Febre amarela, Pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e doenças invasivas causadas pelo Haemophilus influenzae b), HPV (entre 9 e 14 anos de idade), BCG (tuberculose) e Covid-19.

Como parte da ação, os municípios recebem todo o apoio para oferecer as vacinas e fazer a checagem das carteiras de vacinação em escolas e outros locais de alta circulação ou em áreas rurais, além dos 5 mil pontos de vacinação já existentes no estado. A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo esclarece que cada município tem a sua própria estratégia e é responsável pela vacinação.

PORTAL.
O site Vacina 100 Dúvidas, do Governo de São Paulo, reúne as 100 dúvidas mais frequentes sobre as vacinas nos buscadores da internet. Este é um espaço com informações claras para desmistificar fake news com relação à imunização, garantindo assim a proteção de toda a população.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Pesquisa afirma que Trump tem 48% das intenções de voto nos EUA

Os resultados mostram que 48% dos entrevistados afirmaram que votariam em Trump

Esportes

Agora é oficial! Palmeiras recebe documento que garante título mundial

A entidade internacional indicou o título da Copa Rio conquistado em 1951 como a primeira versão do tradicional torneio de clubes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter