Publicidade

X
Oficinas Culturais

Embu abre inscrições para oficinas culturais nesta terça; veja como participar

As formações são gratuitas e realizadas ao vivo via plataforma Zoom

Publicidade

Uma das oficinas apresenta propostas de atividades voltadas à introdução à técnica de pintura aquarela. / DIVULGAÇÃO/PMPF

A partir de terça-feira (9), estarão abertas as inscrições para 21 Oficinas Culturais da Poiesis, uma parceria da Secretaria de Cultura de Embu das Artes com a Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa. As formações são gratuitas e realizadas ao vivo via plataforma Zoom.

Confira a programação abaixo e participe:

GRAFIAS DO CORPO – PERCURSOS COM A IMAGEM FOTOGRÁFICA
Coordenação: Joice Rodrigues de Lima
Datas e horários: 1, 6, 8 e 13/9 – 10h às 12h
25 vagas
Público-alvo: Atores, bailarinos, artistas do corpo, educadores e/ou interessados nas artes cênicas em geral, a partir de 16 anos
Materiais e equipamentos necessários: Imagens fotográficas impressas ou digitais; celular ou computador com acesso a internet, roupa confortável para o trabalho corporal.
INSCRIÇÕES AQUI

Esta oficina propõe-se a orientar os participantes em um caminho de criação de cenas curtas, tendo a imagem fotográfica como elemento disparador do processo criativo. Para isso, a imagem fotográfica será uma ponte entre a ficção e a realidade em dispositivos para a criação do ator e se dará foco a um caminho de criação autoral, extremamente ligado às percepções de mundo e memórias do ator/participante.


COMUNICAÇÃO E MÍDIAS SOCIAIS PARA MULHERES ARTISTAS E TRABALHADORAS DA CULTURA
Coordenação: Silvia Maria Souza
Datas e horários:
Turma A: 1 e 5/9 – 18h30 às 20h30
Turma B: 14 e 16/9 – 14h às 16h
60 vagas
Público-alvo: Mulheres Artistas e Trabalhadoras da Cultura. Mulheres cis, trans, travestis, não-binárie, a partir de 16 anos.
INSCRIÇÕES AQUI turma A
INSCRIÇÕES AQUI turma B

A atividade contextualizará as participantes sobre as possibilidades de uso das Mídias Sociais para divulgar, integrar e fomentar a Arte e a Cultura, possibilitando um mergulho neste universo virtual e mostrar que além da divulgação, existem muitas possibilidades para a Comunicação e Mídias Sociais.


OFICINA DE DRAMATURGIA: PERFORMATIVIDADE E DISPOSITIVO CÊNICO
Coordenação: Carolina Gonzales
Datas e horários: 12,14,19 e 21/9 – 18h30 às 20h30
30 vagas
Público-alvo: Escritores, atores, estudantes de teatro ou interessados pela escrita teatral, com ou sem experiência em dramaturgia. A partir de 16 anos.
INSCRIÇÕES AQUI

A oficina permitirá aos participantes o conhecimento de algumas técnicas da carpintaria dramatúrgica de uma maneira prática, através de exercícios abordáveis e lúdicos. Os participantes podem ter ou não experiência em dramaturgia ou qualquer outro tipo de escrita. O foco desta oficina será a performatividade e o dispositivo cênico na escrita teatral contemporânea.


OFICINA: ROTEIRO DE CURTA- METRAGEM – DO DOCUMENTÁRIO À FICÇÃO
Coordenação: Roney Freitas
Datas e horários: 21, 23, 26 e 28/9 das 14h às 16h
40 vagas
Público-alvo: A partir de 17 anos.
INSCRIÇÕES AQUI

Esta oficina busca fornecer informações teóricas e práticas sobre a produção ficcional e documental contemporânea visando à elaboração de roteiros audiovisuais, por análise de projetos, discussão de textos teóricos e processo criativo compartilhado de filmes do palestrante e de outros realizadores. Proporciona conhecimentos e experiências próprias ao aluno no desenvolvimento de argumentos e projetos de curta-metragem em cinema.


OFICINA: ZABUMBA NORDESTINO
Coordenação: Guegué Medeiros e Tuca Martins
Datas e horários: 1, 6 e 8/9 – 18h30 às 20h30
50 vagas
Público-alvo: Jovens, adultos e interessados na cultura popular.
INSCRIÇÕES AQUI

Esta oficina tem como finalidade apresentar o instrumento musical zabumba. Será abordado a forma de tocar os principais ritmos do forró tradicional, método, história e trajetória profissional de artistas.


OFICINA: PODCAST – UM FORMATO VERSÁTIL
Coordenação: Marcelo Spomberg
Datas e horários: 19, 21 e 23/9 – 10 às 12h
50 vagas
Público-alvo: Público em geral
INSCRIÇÕES AQUI

A proposta desta oficina é discutir os caminhos disponíveis aos profissionais do audiovisual e debater os conceitos da mídia podcast. A ideia é estimular futuros realizadores de podcast, priorizando a importância de contar história.


OFICINA DE MALABARISMO: MALABARISMUS COTIDIANUS
Coordenação: Marcelo Roya
Datas e horários: 13, 15, 20 e 22/9 – 14h às 16h
20 vagas
Público-alvo: Qualquer pessoa acima de 16 anos interessada em malabarismo, riso, arte de rua, ou em alguma atividade física que propõe o conhecimento corporal e coordenação motora, com ou sem experiência.
INSCRIÇÕES AQUI

A oficina Malabarismus Cotidianus propõe ensinar qualquer pessoa a fazer malabarismo com objetos do cotidiano, aprendendo não só a jogar malabares ou equilibrar os objetos, mas dar risada quando tudo cai. Esta oficina busca trabalhar a coordenação motora, a expansão de possibilidades físicas, discussão e a prática acerca do “erro”, que nessa oficina, será a partir do malabarismo, mas que se estende a qualquer outra prática cotidiana ou profissional.


ENCONTROS E DIÁLOGOS: CONSUMO E ARTE
Coordenação: Eliana C. Curvelo
Data e horários: 8/9 -18h30 às 20h30
60 vagas
Público-alvo: Interessados à partir de 16 anos
INSCRIÇÕES AQUI

Esta atividade busca provocar diálogos sobre como estamos consumindo coisas e pessoas no nosso cotidiano, com a intenção de rever nossos comportamentos sociais. O atual cenário mundial, político, econômico, social e cultural tem esvaziado a alma das pessoas, levando estas a serem consumidores inconscientes. A arte e as produções artísticas podem mobilizar novas formas de pensamento crítico sobre a nossa vida e proporcionar a conscientização sobre as formas de consumo nos cotidianos das pessoas.


ENCONTROS E DIÁLOGOS: PADRONIZAÇÃO DE MASSAS E A BELEZA
Coordenação: Eliana C. Curvelo
Data e horário: 29/9 – 18h30 às 20h30
60 vagas
Público-alvo: : Interessados à partir de 16 anos
INSCRIÇÕES AQUI

Esta atividade busca demonstrar, a partir de obras de arte de diversos artistas e movimentos artísticos, como cada período da história humana a beleza se apresenta de formas muito diferentes. Pensar sobre a sociedade de massas e as formas de poder de uns sobre os outros a partir de uma padronização das pessoas, cultura, estética, comportamentos e, principalmente, dos corpos das mulheres que, ainda, estão submetidas aos padrões da cultura patriarcal.


OFICINA OS LAMBES E A RUA
Coordenação: Priscila Bellotti
Datas e horários: 12/9 – 18h30 às 20h30
Público-alvo: Estudantes, artistas, pesquisadores, urbanistas e qualquer pessoa que tenha interesse em arte e na paisagem urbana com mais de 16 anos.
INSCRIÇÕES AQUI

Esta oficina apontará a presença dos lambes na paisagem urbana e seu uso e apropriação por artistas e experimentadores. Um perambular atento aos lambes, suas mensagens, sua estética, suas características gráficas, suas potencialidades artísticas e sua presença na paisagem urbana. Trabalhos e ideias que sugerem uma mudança na percepção da rua como espaço compartilhado, e também inspiram à experimentação gráfica.


INTRODUÇÃO À AQUARELA: ESCALA DE COR, PAISAGEM E O RETRATO
Coordenação: Isabella Finholdt
Datas e horários: 20, 22, 27 e 29/9 – 10h às 12h
15 vagas
Público-alvo: Estudantes e interessados em aquarela e artes em geral
INSCRIÇÕES AQUI

Esta oficina apresenta propostas de atividades voltadas à introdução à técnica de pintura aquarela. O objetivo é aproximar os participantes da aquarela em conjunto com reflexões sobre a técnica através dos exercícios propostos. Os dois primeiros encontros serão voltados para a construção da escala de cores e os dois últimos para a construção da paisagem e do retrato em aquarela.


PRÁTICAS CRIATIVAS NAS ARTES VISUAIS E OS SURREALISTAS
Coordenação: Marietta Toledo
Datas e horários: 26, 28 e 30/9 – 10h às 12h
50 vagas
Público-alvo: Interessados em artes visuais
INSCRIÇÕES AQUI

Materiais necessários: Lápis Grafite 4B ou 6B; Papel Sulfite A4 ou maior; Objetos com superfície rugosa e saliente, como por exemplo moedas, telas de coador ou pedaços de madeira; revistas que possam ser recortadas, papéis de diversas procedências, e jornais; retalhos de tecidos e fios diversos; cola para tecidos / cola universal e tesoura.

Esta oficina prática demonstrará as técnicas utilizadas pelos artistas surrealistas para expandir o campo de criação artística. Por meio da utilização da frotagem, da colagem, da apropriação de objetos e outras formas de criação se buscará desenvolver trabalhos artísticos bidimensionais e tridimensionais a partir das referências das obras criadas pelos artistas do movimento surrealista, que se utilizavam dessas técnicas.


A GAIVOTA- UM MERGULHO NUM PROCESSO CÊNICO
Coordenação: Viviane Dias
Datas e horários: 6, 8, 13 e 15/9 – 14h às 16h
20 vagas
Público-alvo: Atores e estudantes de teatro, a partir dos 16 anos.
INSCRIÇÕES AQUI
Necessidade: Leitura de “A Gaivota” de A. Tchekhov. Desejável leitura de outras obras do autor.

A partir do texto “A Gaivota”, de Tchekhov, esta oficina busca oferecer a possibilidade de uma experiência de investigação cênica, seguindo caminhos desde a análise do texto voltada à ação cênica – abrindo os principais temas, mitos e impulsos do texto para alimentar o trabalho do ator. A análise através da ação é uma eficiente linguagem de trabalho para o ator, diretor e pedagogo teatral e ainda relativamente pouco conhecida, na prática, no Brasil. O curso vai permitir uma introdução à abordagem de certa escola teatral russa ligada à Stanislávski e seus colaboradores, especialmente Maria Knébel, e desenvolvida ao longo do século XX.


DANÇA PARA EDUCADORES – COMO ESTÍMULO PARA CRIAÇÃO E DIÁLOGOS
Coordenação: Mimi Naoi
Datas e horários: 1, 6, 8, 13/9 – 10h às 12h
20 vagas
Público-alvo: Professores de ensino fundamental e médio, artistas e público interessado.
INSCRIÇÕES AQUI

A oficina explora a dança como ferramenta de criação, expressão corporal e conexão entre as diferentes áreas do conhecimento. Em um primeiro momento, estimula-se a investigação em dança pelos próprios educadores e público interessado; em um segundo momento, demonstra-se como os educadores podem aplicam os exercícios e técnicas em sala de aula, a fim de que seus alunos despertem em si a dança e seu potencial interlinguístico.


PALESTRA- ARTHUR BISPO DO ROSÁRIO: OBRAVIDA
Coordenação: Flavia Corpas
Datas e horários: 13/9 – 18h30 às 21h30
50 vagas
Público-alvo: Interessados em geral pelas temáticas da arte, loucura e psicanálise.
INSCRIÇÕES AQUI

Quem foi Arthur Bispo do Rosário? Artista, como fora designado pelo universo da arte? Louco, denominação a ele atribuída pelos diferentes campos que se dedicam às psicoses? Ou Jesus Cristo, tal como ele se dizia? Ao adentrarmos a singularidade de Bispo do Rosário e de sua produção, descobriremos como a intrínseca relação entre vida e obra neste artista pode nos ajudar a pensar um dos nomes mais importantes da arte de nosso tempo.


PALESTRA: COMO SE FAZ UM LIVRO?
Coordenação: Lizandra Magon de Almeida
Data e horário: 15/9 – 18h30 às 21h30
35 vagas
Público-alvo: Interessados a partir de 16 anos.
INSCRIÇÕES AQUI

Do original ao livro impresso ou digital, vamos conversar sobre o processo de produção de um livro desde o momento em que o autor ou autora entrega um texto escrito até que ele sai da gráfica ou da conversão para o digital. O processo de edição de texto, a criação do projeto gráfico e da capa, as revisões, a diagramação: todas as etapas de construção de um projeto editorial serão explicadas de forma simples e acessível, a partir de exemplos de projetos já executados pela editora.


MÚSICA FOLCLÓRICA SUL-AMERICANA – UMA VIAGEM PELAS PRÁTICAS TÍPICAS E SUAS TRANSFORMAÇÕES NA CONTEMPORANEIDADE
Coordenação: Marcos Matturro
Datas e horários: 21, 22, 28 e 29/9 – 18h30 às 20h30
20 vagas
Público-alvo: violonistas, estudantes e/ou profissionais de música que atuem como violonistas. Conhecimento básico: conhecimento dos acordes básicos e de leitura de partitura e/ou tablatura para violão.
INSCRIÇÕES AQUI

Nesta oficina será apresentado um panorama da música sul-americana de origem folclórica e alguns de seus desdobramentos e influências encontrados dentro da música popular e/ou erudita. Em cada encontro se permitirá uma viagem pelas práticas típicas e suas transformações na contemporaneidade, serão abordados gêneros musicais de países da América do Sul, através da produção musical de seus principais expoentes. Cada um destes exemplos será contextualizado por meio de sua retrospectiva histórica e das características fundamentais que os identificam.


ELABORAÇÃO DE PROJETOS: LEI DE INCENTIVO À CULTURA (ROUANET)
Coordenação: Dnize Castro
Datas e horários: 26, 27, 28 e 29/9 – das 14h às 16h
20 vagas
Público-alvo: Artistas, Arte-Educadores, Artesãos, Produtores, entre outros.
INSCRIÇÕES AQUI

Esta oficina busca contribuir para que profissionais das artes ou iniciantes ( teatro, música, dança, literatura, fotografia, economia criativa, etc) com ideias de projetos, querendo estruturar suas argumentações, possam atender às exigências da Lei de Incentivo à Cultura (Rouanet) e se enquadrar num perfil ideal de análise, com chances de aprovação.


PRODUÇÃO DE PROJETOS FONOGRÁFICOS: DA COMPOSIÇÃO A DISTRIBUIÇÃO
Coordenação: Lindenberg Oliveira
Datas e horários: 12, 14, 16 e 19/9 das 14h às 16h
25 vagas
Público-alvo: Músicos e produtores
INSCRIÇÕES AQUI

Esta oficina apresenta detalhes de planejamento da produção de um projeto musical fonográfico, desde a composição à distribuição. Serão abordados: processos de criação e gravação, cadeia produtiva de uma gravadora, escolha de repertório, músicos e arranjos, registros da obra, direitos, modelos de distribuição e monetização.


CORPO, MEMÓRIA E A IMAGEM NA CONSTRUÇÃO DAS SUBJETIVIDADES NEGRAS
Coordenação: Adriana Paixão
Datas e horários: 26/9 – 18h30 às 21h30 ( 3hs)
30 vagas
Público-alvo: Educadores (as), bibliotecários (as), contadores (as) de história e leitores (as) em geral, artistas, interessados em arte e cultura e pessoas que se reconheçam enquanto corpos dissidentes.
INSCRIÇÕES AQUI

Esta atividade é um processo que busca compreender a partir das investigações corporais e criações imagéticas as múltiplas identidades étnico/raciais que nos constituem. Despertando para um processo criativo onde o corpo/memória se torna a matéria artística.


ENCONTROS LÍRICOS COM MADAMA BUTTERFLY, DE GIACOMO PUCCINI
Coordenação: Sérgio Casoy
Datas e horários: 14 e 15/09 – das 18h30 às 20h30
40 vagas
Público-alvo: interessados em ópera
INSCRIÇÕES AQUI

O formato denominado “Encontro Lírico” consiste em, tomando uma determinada ópera como tema, discorrer sobre suas origens e detalhes que envolvem sua criação – apoiada por exibição de imagens via Power Point – e a em seguida exibir e comentar, em vídeo, seus trechos mais significativos, retirados de várias produções daquela ópera para que os alunos possam, além de se familiarizar com o canto, comparar e constatar às várias possibilidades de produção teatral que um mesmo tema pode oferecer.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

COPA DO MUNDO 2022

Fifa vai antecipar início da Copa do Mundo; veja novas datas

A decisão já foi tomada pela organização internamente e deve ser oficializada nos próximos dias

Serviço suspenso

Banco do Brasil suspende crédito para pessoas com deficiência

A advogada especialista em direitos da pessoa com deficiência Nicole Sanches diz que vários clientes já relataram problemas com a suspensão; a assessoria do banco afirmou que as tratativas estão em estágio avançado e o crédito será retomado em breve

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software