Publicidade

X

Estado

Empresário do Litoral realiza sonho de menino e constrói castelo no quintal de casa

O cubatense Ivanio Batista sempre sonhou em ter seu próprio castelo e, há 13 anos, resolveu construir o seu império com as próprias mãos; conheçam a história de Rei Ivanio I

Luana Fernandes

Publicado em 18/09/2023 às 07:00

Atualizado em 18/09/2023 às 08:46

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Ivanio Batista é um empresário cubatense que transformou o sonho de menino em realidade / Nair Bueno/DL

Um sonho juvenil de 30 anos atrás fez o empresário Ivanio Batista, de Cubatão, construir um castelo no quintal de casa. O projeto, que começou a ser executado em 2009, conta com três torres exuberantes, vistas de longe no bairro Jardim Casqueiro. Além de uma escadaria inspirada no Harry Potter e um salão de mármore com direito a trono e réplicas de obras de arte famosas. Isso é só o começo. “Já são 13 anos construindo este sonho e ainda só está 50% pronto”, explica.

Um amante da cultura. É assim que Ivanio explica tanta dedicação ao seu próprio "reinado". No primeiro cômodo da casa, logo que se passa da porta de entrada, é possível encontrar um piano de 1879 intacto enfeitando a suntuosa sala de jantar. A cena é digna de filme: mesa extensa para 10 lugares, cadeiras com ornamentos dourados, lustres e espelhos. Tudo pensado milimetricamente pelo empresário. "Estou tendo aulas de piano. E esta sala é para que a gente faça as refeições de família aqui", mostra orgulhoso.

Ivanio já foi cobrador de ônibus, frentista, engraxate, já trabalhou no Polo Industrial de Cubatão, até se tornar empresário neste ramo, onde atua até hoje. No entanto, ele também já pode adicionar a função de influenciador em seu currículo. Com a repercussão do castelo em suas redes sociais, com a ajuda do filho Gustavo, Ivanio está sendo procurado por empresas da região. "Eu recebo tanta coisa. Comida, cerveja. Fizemos comerciais. O meu filho ajuda nesta parte de divulgação e estou amando receber tantos presentes", comemora o empresário.

Não só os comerciantes compraram a ideia do castelo. Os moradores do bairro também acolheram o sonho de menino do Ivanio. "O pessoal passa na frente, quer tirar foto e eu entro na brincadeira. Coloco minha coroa, meu manto (com o nome Rei Ivanio I) e aceno para eles da janela. Gosto de vestir o personagem. Algumas crianças já entraram aqui e elas até se emocionam. É muito legal ver tudo isso acontecendo", conta. A própria reportagem presenciou os vizinhos passando e gritando “Salve o Rei”.

A produção do filme "Pedágio", que deve estrear ainda este ano, também apostou no castelo como locação. "Passaram de helicóptero por aqui e a diretora achou o castelo perfeito para cenas do filme”, conta o empresário. O filme foi todo rodado em Cubatão e o novo ponto turístico da Cidade entrou no roteiro.

Planos para o castelo

Tanto investimento neste sonho - Ivanio não fala sobre valores - irá retornar em forma de educação. “Quando este salão estiver pronto, quero receber alunos das escolas municipais e estaduais para apresentar as réplicas que temos aqui”, explica. O salão de mármore do castelo tem 32 réplicas em tamanho real das obras de arte mais importantes do mundo. É possível ver de Monalisa a Noite Estrelada. “É muito mais interessante que as crianças conheçam sobre arte vendo as obras em um ambiente como este”.

As torres do castelo também contarão com atividades específicas para as crianças. “Teremos um gênio da lâmpada na torre central. A criança vai fazer um desejo e vai aparecer um gênio projetado com a minha cara. Quero que ela interaja com o castelo também”, comenta. Em cima destas torres também tem novidade. “Está sendo produzido um dragão de 13 metros que vai ficar em cima da torre. O pessoal de São Vicente vai conseguir ver nosso castelo de longe”, comemora.

As ideias de Ivanio não param. O que começou na garagem de casa já domina todo o terreno. No momento, os muros que rodeiam o castelo estão sendo reformados. Estátuas estão em confecção. E tem mais: “A minha cabeça não para. Quero uma cama de rei, já mandei projetar. Quero estátuas formando uma guarda real na entrada da casa. Quero uma arte pintada no muro. Tenho muitas ideias”, conta. A construção do sonho de menino de Ivanio começou em 2009, mas deve continuar pelos próximos anos. “Ainda tenho muita coisa para colocar em prática”, completa. Mas quando perguntamos se ele abrirá o castelo para visitação da população, ele tem uma resposta pronta: “Não. Construí para mim. Vamos ver quando estiver tudo pronto, quem sabe…”.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

EDUCAÇÃO

Confira 5 livros infantis para alfabetização

Livros infantis podem auxiliar no processo de alfabetização dos pequenos através de formas lúdicas, coloridas e interativas

LITERATURA INFANTIL

5 livros infantis para ler para o seu filho antes de dormir

Psicóloga indica cinco livros para ler antes de dormir com as crianças; livros ajudam no desenvolvimento

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter