X

Dengue

Governo de SP lança portal 'Dengue 100 Dúvidas' para informações sobre o mosquito

O site foi criado para desmistificar as fake news a cerca das doenças; Conheça o portal

Yasmin Gomes

Publicado em 26/02/2024 às 20:20

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

o portal "Dengue 100 Dúvidas", lançado pelo Governo de SP, está disponível para a população / Divulgação/Governo do Estado

A partir desta segunda-feira (26), o portal “Dengue 100 Dúvidas”, lançado pelo Governo de SP, está disponível para a população. O serviço esclarece as principais dúvidas sobre as doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti, causador da dengue e outras doenças. 

O site reúne as 100 perguntas mais frequentes sobre a dengue, zika e chikungunya nos buscadores de internet. O serviço se torna um importante aliado para desmistificar fake news que circulam nas redes sociais e orientar a população sobre o combate ao mosquito. O acesso já está disponível no link www.dengue100duvidas.sp.gov.br.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

“A informação é a nossa melhor arma no combate ao mosquito, por isso é importante concentrar em um único endereço as principais dúvidas da população sobre o assunto. Estamos falando de prevenção, transmissão, cuidados e diferenças de uma doença para outra”, explica Regiane de Paula, coordenadora em saúde da Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD), da SES-SP.

Quando o assunto é dengue, a pergunta mais feita na internet atualmente é: “Quem está infectado pela dengue deve evitar algum tipo de medicamento?” E a resposta é sim. Alguns remédios não devem ser tomados por quem tem suspeita de dengue. Afinal, um dos possíveis sintomas da doença viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti é o sangramento. E essa manifestação se agrava com a ingestão de medicamentos com ácido acetilsalicílico (aspirina, por exemplo), anti-inflamatórios não hormonais ou corticóides. Para esclarecer essa e outras questões, o site “Dengue 100 Dúvidas” oferece informações detalhadas e confiáveis, sendo essencial para quem busca orientações.

Enfrentamento ao mosquito

Desde que foi decretado, em 6 de fevereiro, o COE já anunciou diferentes medidas para combater o avanço das doenças transmitidas pelo Aedes no Estado. Um dos primeiros anúncios para os 645 municípios paulistas, responsáveis pelo combate ao vetor da doença, foi a antecipação de R$ 205 milhões do IGM SUS Paulista (Incentivo à Gestão Municipal) para suporte em ações contra a dengue. O pagamento, anteriormente previsto para ocorrer em maio de 2024, foi transferido pela SES na modalidade “fundo a fundo”, destinada à cobertura das ações e serviços de saúde implementados pelos Estados, Distrito Federal e Municípios.

A iniciativa faz parte das ações contra a dengue que estão detalhadas no Plano Estadual de Contingência das Arboviroses Urbanas, elaborado em parceria com os demais níveis de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado.

No mesmo mês, o estado lançou o Painel de Monitoramento da Dengue, ampliando o acesso ao número de casos da doença, com atualização diária feita pelos municípios.

A Pasta também ampliou o número de unidades sentinelas. Ao todo, são 71 dedicadas ao monitoramento das arboviroses urbanas, distribuídas em todas as regiões do Estado. Mais de 600 equipamentos de nebulização foram disponibilizados aos municípios paulistas, para apoiar o combate ao vetor. Outra frente anunciada foram as capacitações aos agentes municipais, professores e outros profissionais para orientar sobre as principais medidas de controle do Aedes aegypti e eliminação de criadouros.

*Texto sob supervisão de Matheus Herbert

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mobilidade

Veja as principais e as futuras linhas do Metrô da Cidade de São Paulo

A Gazeta separou tudo o que você precisa saber sobre linhas do metrô atuais e as futuras que serão construídas; confira

loterias

Fique ligado! Mega-Sena sorteia hoje 37 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do País ou pela internet; aposta mínima custa R$ 5

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter