X

Feminicídio

Homem é condenado por matar garota de programa que recusou sexo em motel no ABC Paulista

Caíque Santos foi levado a júri popular nesta última quinta-feira (19) e sentenciado a 12 anos de prisão em regime fechado por feminicídio

Da Reportagem

Publicado em 25/05/2022 às 14:06

Atualizado em 25/05/2022 às 14:43

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Caíque Santos Castro, de 29 anos, foi condenado a 12 anos de prisão por feminicídio contra Luana Garcia. A garota de programa recusou fazer sexo com o cliente no Motel Corpo a Corpo em Santo Andre, ABC Paulista. / Reprodução/Polícia Civil, Google Maps e Arquivo pessoal

Nesta última quinta-feira (19), um homem foi levado a júri popular e condenado por feminicídio após matar uma garota de programa que recusou fazer sexo com ele dentro de um motel, em 2021, em Santo André, no ABC Paulista. Ele recebeu uma pena de 12 anos de prisão em regime fechado.

Caíque Santos Castro deu um tiro no olho esquerdo da vítima dentro do quarto e fugiu. Após se entregar, o rapaz alegou que o disparo foi acidental, mas a maioria dos jurados não acreditou nesta versão e entendeu que ele teve a intenção de matar Luana Garcia. A vítima tinha 18 anos.

“Afirmou que sacou a arma a fim de que ela se assustasse e parasse de gritar, mas não soube por qual razão a arma disparou”, informa trecho do interrogatório de Caíque, que disse ter comprado a arma por R$ 1.500 na região da Rua 25 de Março, no Centro da capital.

O réu foi condenado por homicídio qualificado com recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio, que é matar uma mulher por menosprezo e discriminação de gênero. 

 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol internacional e nacional

Confira agenda de jogos desta segunda-feira no futebol

Seleção brasileira estreia na Copa América contra a Costa Rica; confira também os confrontos da Eurocopa, Campeonato Brasileiro e Copa Paulista, e onde assistir ao vivo

Oportunidade

Prefeitura de Jundiaí abre 70 vagas de emprego esta terça-feira

Remuneração varia de acordo com o cargo oferecido, podendo ser de R$ 1.412 a R$ 1.901

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter