Publicidade

X
VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

Homem tenta matar ex com barra de ferro e batida de carro em SP; assista

Marcos da Silva Correia segue foragido; uma criança de 8 anos foi ferida na colisão e terá de passar por cirurgia

Publicidade

Vídeo flagra tentativa de feminicídio em SP / Reprodução

Um homem fora de controle tentou matar a ex-companheira ao bater seu carro contra o dela e, em seguida, com golpes feitos com uma barra de ferro. O caso aconteceu na noite de sexta-feira (15), na zona leste de São Paulo. Um vídeo mostra o momento exato da tentativa de feminicídio.

 

Após o ataque, a empresária de 35 anos contou que havia feito, minutos antes, um pedido de medida protetiva por medo das ameaças que vinha recebendo do ex-marido. O atentado ocorreu na Rua Ministro Apolônio Salles.


No veículo atingido na batida intencional, também estavam as três filhas e o atual namorado da vítima principal. Uma das crianças, de 8 anos, ficou ferida e vai precisar passar por uma cirurgia no  fêmur, devido a uma fratura no osso.


No vídeo que flagrou o crime, é possível ver que a vítima é surpreendida enquanto estacionava o carro em uma garagem. O carro dela é atingido na lateral pelo veículo de Marcos da Silva Correia. Em seguida, é possível ver o homem pegando uma barra de ferro, indo em direção aos ocupantes do veículo e proferido vários golpes. Assista abaixo:

 

 

Em entrevista à TV Globo, a vítima, que não quis se identificar, disse que já havia sofrido diversas ameaças do ex-companheiro. "Eu imaginaria que ele poderia fazer alguma coisa, mas não nesta gravidade e com os meus filhos presentes", contou.


"Durante o dia, ele já vinha me ligando, ameaçando, pedindo pra eu ir embora com as minhas filhas, senão eu ia ver só. Daí eu sai do local onde eu estava, que era na casa do meu atual namorado, e fui direto para delegacia fazer um boletim de ocorrência, com medida protetiva. E quando eu estava chegando em casa, que eu estava guardando o carro, senti a pancada e eu vi que era ele", relembra a vítima.

Além da própria ex-mulher, o homem também ligava para a filha para estender as ameaças de violência.

"Ele ligou pra minha filha e falava: 'fala para sua mãe que você quer ir embora agora, eu sou seu pai, eu que mando, fala que você quer embora agora. A partir daí eu parei de atender todas as ligações, minha filha não queria mais atender, porque começou a ficar com medo do próprio pai", completou.


Essa não foi a primeira vez que o homem demonstrou comportamento agressivo, segundo a vítima. A mulher conta que durante os oito anos de relacionamento sofreu diversas agressões físicas e verbais. 


"A esperança é a última que morre, a gente espera que o pior não vai acontecer. Mas eu esperei demais, né. E o pior aconteceu. Infelizmente. Tem que ter sempre um pé atrás, porque a gente acha que a pessoa não vai fazer e no fim acaba fazendo", disse.


A Secretaria de Segurança Pública comentou o caso por meio de nota informando que, além da mãe e da filha, uma terceira pessoa ficou ferida no acidente e foi encaminhada para atendimento médico.

"Tão logo receba alta médica, ela será ouvida", disse a SSP no comunicado.

O caso foi registrado como violência doméstica, lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e tentativa de feminicídio pelo 69º DP (Teotônio Vilela).
 

Marcos da Silva Correia segue foragido e informações sobre ele podem ser fornecidas por meio do Disque Denúncia, no número 181.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

DISNEY, NETFLIX E OUTRAS MAIS

EUA: Após revogação do aborto, empresas irão custear viagens para funcionárias

Gigantes do entretenimento como a Netflix, Disney e Paramount já estão se posicionando a favor de funcionárias que pretendam realizar o procedimento

MAIS CARO DA HISTÓRIA

Jantar com Warren Buffett é arrematado por quase R$ 100 milhões

Jantar foi arrematado no leilão beneficente anual realizado pelo investidor

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software