Publicidade

X
COMPENSAÇÃO

ITA promete ressarcir todos os passageiros sob multa do Procon de SP

Pelo compromisso, a empresa deve ressarcir todos os consumidores lesados e, em caso de descumprimento, deve pagar multa de R$ 5 milhões

Publicidade

Aeronave da ITA / DIVULGAÇÃO

Após ter anunciado a suspensão de suas operações em 17 de dezembro e deixar milhares de passageiros sem desamparados em aeroportos, a Itapemirim Transportes Aéreos (ITA) se comprometeu junto a Fundação Procon SP a realizar o reembolso integral a quem fizer reclamação no site da entidade. Em caso de descumprimento, a empresa deverá arcar com uma multa de R$ 5 milhões. 

Segundo o Procon-SP, pelo termo, “a empresa obriga-se a encaminhar os pedidos de reembolso e providenciar a imediata requisição de estorno junto à instituição financeira responsável pelo cartão de crédito no prazo máximo de dez dias”. Para as compras feitas de forma parcelada, os estornos irão ocorrer na forma e no prazo do cartão.

A ITA também se comprometeu a transportar pessoas afetadas para a cidade onde moram, sendo que o deslocamento deve ser feito prioritariamente por meio aéreo. Em caso de indisponibilidade, pode ser oferecido outro meio de transporte. A empresa também fica responsável pelo pagamento das despesas com hospedagem, alimentação e transporte arcadas pelos consumidores. Se o transporte ocorrer por meio rodoviário, a ITA compromete-se ao reembolso integral da passagem aérea.

Ficou estabelecido ainda que a empresa vai disponibilizar um canal de atendimento 24 horas, por telefone, para o Procon-SP e demais unidades de Procons estaduais. E o termo estabeleceu que a Itapemirim reforce os canais de atendimento ao consumidor, inclusive o presencial nos aeroportos de Guarulhos e Congonhas.

O Procon-SP informou que o acordo não isenta a ITA de responsabilidade administrativa ou judicial.

A ITA entrou em operação no final de junho e operava nos aeroportos de São Paulo-Guarulhos (SP), Brasília (DF), Belo Horizonte-Confins (MG), Rio de Janeiro-Galeão (RJ), Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Salvador (BA), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Florianópolis (SC), Maceió (AL), Natal (RN) e Recife (PE).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Anvisa determina recolhimento do remédio 'Losartana', usado para tratar hipertensão

Produtos devem ser retirados das farmácias em até 120 dias

Brasil

No dia da prisão, mulher de Ribeiro disse que ele 'estava sabendo' de operação

Calandrini menciona ainda outra conversa grampeada, entre Milton Ribeiro e a filha, em que o ex-ministro diz ter recebido um alerta do presidente Jair Bolsonaro (PL)

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software