Publicidade

X

ELEIÇÕES 2024 NA GRANDE SP

Jones Donizette: 'A única renovação para Itapecerica da Serra é o nosso projeto'

Durante entrevista ao programa 'De Olho no Poder', Jones Donizette confirmou ser pré-candidato à Prefeitura de Itapecerica da Serra; político também avaliou a atual gestão e pontuou propostas

Matheus Herbert e Bruno Hoffmann

Publicado em 28/03/2024 às 17:45

Atualizado em 01/04/2024 às 12:04

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O ex-secretário de Tecnologia e Comunicação de Embu das Artes, Jones Donizette (Republicanos), confirmou ser pré-candidato à Prefeitura de Itapecerica da Serra, na região sudoeste da Grande São Paulo / Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

O ex-secretário de Tecnologia e Comunicação de Embu das Artes, Jones Donizette (Republicanos), confirmou ser pré-candidato à Prefeitura de Itapecerica da Serra, na região sudoeste da Grande São Paulo. Essa será a segunda vez que Jones buscará o cargo mais alto do município. Nas eleições de 2020, o político, na época pelo Avante, ficou em terceiro lugar após receber 12,89% dos votos. 

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

Durante entrevista ao programa "De Olho no Poder”, veiculado pelo YouTube da Gazeta, Jones Donizette analisou a atual gestão, apresentou propostas, avaliou sua proximidade com o prefeito de Embu das Artes, Ney Santos, e contou o que acha do presidente Lula e do governador Tarcísio de Freitas.

Pré candidato a prefeitura de Itapecerica da Serra Jones DonizetteJones Donizette durante entrevista exclusiva à Gazeta para o programa "De Olho no Poder"; político confirmou ser pré-candidato em Itapecerica da Serra. Foto: Thiago Neme/Gazeta de São Paulo. 

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Confira entrevista abaixo com Jones Donizette

Veja a entrevista realizada no dia 21 de março na sede da Gazeta, em Moema, na zona sul da capital paulista. Jones Donizette foi sabatinado pelos jornalistas Matheus Herbert e Bruno Hoffmann e reforçou ser a renovação para Itapecerica da Serra.

O senhor é pré-candidato novamente em Itapecerica da Serra?

Sou pré-Candidato a prefeito em Itapecerica da Serra. Estamos discutindo esse projeto que já é debatido há cinco anos com a cidade de Itapecerica, e graças a Deus estamos no nosso melhor momento agora. Os ventos estão favoráveis para o nosso projeto em Itapecerica.

Por qual partido o senhor é pré-candidato?

Pelo Partido Republicanos, número 10, que é o mesmo partido do governador Tarcísio de Freitas. Estamos juntos nesse projeto. E que é o partido da minha deputada federal também, Ely Santos, que está em Brasília.

O senhor costuma dizer que a cidade tem políticos antigos. Considera que a cidade tem políticos antigos e o senhor por consequência é o novo na cidade?

Das quatro propostas que têm hoje, que vão ser as quatro propostas discutidas nessas eleições municipais, a única renovação que tem é o nosso projeto. Vamos disputar com o prefeito que vem para a reeleição, com o ex-prefeito que já teve quatro mandatos e com o candidato que é o representante de uma família que já teve dez mandatos na cidade entre vereadores e uma vice prefeitura.

Então, de propostas novas, uma escola nova de política, o nosso projeto é o único projeto para Itapecerica da Serra com renovação. Segundo as pesquisas, 78% das pessoas estão pleiteando e desejando uma renovação na cidade Itapecerica da Serra.

O sr. disputou na última eleição municipal e ficou em terceiro lugar, na época pelo partido Avante. A que atribui não ter vencido?

Pré candidato a prefeitura de Itapecerica da Serra Jones DonizetteJones Donizette disputou à Prefeitura de Itapecerica da Serra em 2020, mas ficou em terceiro lugar após apuração dos votos. Foto. Thiago Neme/Gazeta de São Paulo 

Na verdade, essa eleição foi bem conturbada. Fiz uma pré-campanha em 2019, não estava muito bem pontuado, e aí por uma decisão de grupo, até por uma composição com o Embu das Artes também, a gente retrocedeu. No último momento eu coloquei a candidatura com 40 dias.

Eu fiz 35 dias de campanha, onde eu tinha um partido só, e só tinha um candidato que já tinha saído de candidato a vereador.

Na verdade, foi mais uma estratégia mesmo para nós crescermos o conhecimento, o nível de conhecimento da cidade, as pessoas conhecerem mais a gente, porque o nosso projeto, de fato, era para agora 2024. 

O sr. fala muito da sua origem nas suas redes sociais, do Parque Paraíso, comunidade de onde veio, e fala também de questões raciais. O racismo impede a ascensão dentro da política?

Muito, né? Na verdade não costumo utilizar muito [o tema] para não dar um tom de vitimismo. A ideia que a gente defende é que o negro tem que ir pra cima mesmo, tem que conquistar os espaços e não ficar se vitimizando. Mas, gente sente isso na pele diariamente. Principalmente em Itapecerica, que é uma cidade muito tradicional, uma cidade extremamente tradicional, a gente tem que romper essas barreiras todos os dias. 

É mais um desafio, mas que graças a Deus a gente tem conseguido avançar, tem conseguido furar as bolhas que tem que ser furadas e estamos avançando em todos os setores, em todos os segmentos, inclusive nos mais tradicionais da cidade.

Mas é uma luta que temos que travar, não vai ser só comigo, vai ser com todos os negros, acho que no Brasil de uma forma geral, e nós temos enfrentado isso na pele.

Tenho certeza que vamos ter um resultado positivo nisso daí e virar uma nova página e até dar uma boa demonstração democrática em Itapecerica da Serra, onde a gente acredita que a discussão não deve ser a cor da pele, tem que ser as propostas, a capacidade de gestão, a capacidade administrativa.

Já estamos em tempo de deixar a discussão de cor de pele, não só para a questão política, mas para qualquer setor da sociedade.

Nos bastidores da política, são apontadas duas situações que poderiam ter prejudicado o senhor naquela eleição e na de 2022. A primeira seria a proximidade com o prefeito Ney Santos, atual prefeito da cidade de Embu das Artes. Demos aqui com exclusividade, que desde 2012, ele respondia a processos que o ligavam ao crime organizado. Mas, nós demos aqui também, no ano passado, que esse processo foi arquivado. A Justiça não conseguiu provar, então o prefeito não responde mais a esse processo. O senhor acredita que essa associação com o Ney Santos pode ter atrapalhado, ou não?

A gente acompanha muito pesquisa, sou muito técnico, acho que a política é científica. A gente tinha 9% de rejeição ao nome do prefeito Ney Santos na cidade de Itapecerica, e tínhamos 28% de aprovação de pessoas que gostariam que o Ney Santos fosse o prefeito em Itapecerica ou que indicasse alguém dele para a prefeitura municipal. Acredito que ali foi mesmo uma decisão nossa de grupo. 

Era momento também conturbado em Embu das Artes, o final do ano de 2019, e a gente uniu forças, não podia ter duas prefeituras sem a certeza de que nós ganharíamos as duas. Então focamos em manter a nossa base, que é Embu das Artes, politicamente falando, juntamos força ali, e quando já estava definido, nós já tínhamos mais de 30 pontos percentuais na frente, eu decidi colocar o nome para esquentar para eleição de 2024. 

O Ney ajuda, o Ney é um cara que é celebridade política, é dos maiores líderes políticos hoje do estado de São Paulo, quiçá do Brasil. Vai ser deputado federal em 2026, e para mim é uma honra e prazer caminhar com o Ney.

Passamos não todo esse processo de acusação infundada que ele teve, mas passamos uma boa parte, desde 2015. E, graças a Deus, conseguimos vencer na Justiça, conseguimos mostrar o lado da verdade.

E agora é só colher os frutos de trabalho que foi espancado midiaticamente, falando durante anos e anos. O Ney, graças a Deus, está livre de todas essas acusações e vamos colher os frutos. Tanto que estamos lançando quatro candidatos a prefeitos do nosso grupo político, Pirapora, Taboão da Serra, Embu as Artes, Itapecerica da Serra, e tudo sob a tutela do prefeito Ney Santos.

Pré candidato a prefeitura de Itapecerica da Serra Jones DonizetteJones Donizette também comentou durante entrevista à Gazeta sua proximidade com o prefeito de Embu das Artes, Ney Santos. Foto: Thiago Neme/Gazeta de São Paulo. 

O segundo seria o incidente durante um evento em Itapecerica da Serra, em 2022. O sr. tentava ser deputado estadual e estava com a Ely Santos, irmã de Ney Santos, quando o ocorrido acabou com mortes. Houve quem dissesse que faltou um posicionamento do senhor sobre o fato. Acfedita que aquilo pode ter impactado naquela eleição?

Essa que aconteceu um mês antes das eleições. Acredito que sim,  que poderia ter sido resultado melhor em 2022. Se bem que em 2022 fiz uma campanha estratégica também para a estadual, só fiz a campanha em Itapecerica. Meu projeto sempre foi 2024, então eu não saí para São Paulo.

Mas, mesmo assim, em Itapecerica batemos o recorde de votação. Nunca na história de Itapecerica um deputado estadual teve o número de votos que tivemos. Fomos mais votados em 95% das urnas daquela eleição. 

Então, poderia ter sido um resultado melhor, não acredito que fosse resultado para a eleição mesmo, até porque não era esse o projeto final, tanto que nós lançamos um deputado estadual em Itapecerica, um em Taboão e em Embu das Artes.

A ideia era eleger a deputada federal Ely Santos, que, graças a Deus, hoje, mesmo como suplente, está em Brasília. Mas acho que prejudicou um pouco sim, mas não acredito que seria muita diferença assim no resultado. 

A questão do posicionamento é uma questão jurídica. Tem processo hoje que corre na questão eleitoral. E tem uma discussão eleitoral, que às vezes as pessoas falam: "Poxa, mas o Jones poderia ter dado uma assistência para as famílias das vítimas que desabaram,", Qualquer proximidade, porém, de mim hoje com as famílias pode ser entendida como corrupção de testemunha.

Então, juridicamente, eu tenho que ficar até por orientação jurídica, afastado o máximo possível das famílias que perderam seus entes queridos. Imagina eu chegar para uma família lá e dar dinheiro, ou dar uma assistência. Estaria corrompendo uma família que possa ser testemunha de um processo.

Pré candidato a prefeitura de Itapecerica da Serra Jones DonizetteJones Donizette apontou a saúde como um dos principais problemas atuais em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Foto: Thiago Neme/ Gazeta de São Paulo. 

Na sua visão, qual é o principal problema de Itapecerica da Serra?

Hoje, 70% da população de Itapecerica quer que o novo prefeito resolva os problemas na área da saúde. Eu já disse, que eu sendo prefeito, vou parar a prefeitura, vou deixar ela tocando no automático por volta de seis meses e irei concentrar os esforços na área da saúde. Para darmos uma gestão de impacto e dar uma resposta na área da saúde. As pessoas estão sendo massacradas. 

Como o senhor avalia a gestão do Tarcísio de Freitas no Estado? E também a do presidente Lula?

Lula está muito abaixo do que a população esperava dele. Tivemos uma eleição de nível federal muito dolorida. Já o Tarcísio segue em lua de mel com a população. População tem aprovado e gostado da gestão do governador. Tarcísio tem acertado nas medidas. Nem a oposição está conseguindo ir pra cima do Tarcísio, aprovação dele tá em alta. 

 

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

sorte grande

R$ 173 milhões! +Milionária sorteia premio acumulado; confira como apostar

No último sorteio nenhuma aposta acertou a combinação de seis dezenas e dois trevos; próximo sorteio será hoje (17)

ELEIÇÕES 2024

Análise: Nunes lidera em SP, mas se aproxima de teto no 1º turno

Segundo Instituto Badra, o emedebista dá sinais de ter atingido o seu teto para o primeiro turno; veja análise de todos os pré-candidatos

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter