X

ELEIÇÕES 2024

Lucas Sanches: 'PL me convidou para ser pré-candidato a prefeito em Guarulhos'

Vereador anuncia com exclusividade pré-candidatura em Guarulhos, revela ida ao PL e critica atual gestão na cidade: 'Catástrofe'

Bruno Hoffmann e Matheus Herbert

Publicado em 27/10/2023 às 15:49

Atualizado em 27/10/2023 às 18:41

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Lucas Sanches é vereador e pré-candidato a prefeito em Guarulhos / Thiago Neme/Gazeta de S. Paulo

O vereador Lucas Sanches afirmou nesta semana ser pré-candidato à Prefeitura de Guarulhos. Aos 27 anos, o parlamentar anunciou a saída do PP rumo ao PL para "ser o nome da direita" na cidade da Grande São Paulo. A afirmação foi feita com exclusividade para o podcast De Olho no Poder, da Gazeta, nesta semana.

Na entrevista, o parlamentar - que se candidatou ao cargo de deputado federal em 2022, mas com quase 40 mil votos não conseguiu uma cadeira na Câmara - também disse pretender barrar a volta do PT na cidade e criticou o atual prefeito Guti (PSD). "Muitas pessoas se confundem dizendo que o Guti representa a direita. Muito pelo contrário. O trajeto político dele foi por conveniência", afirmou.

No trilho do conservadorismo, Sanches também criticou Lula e elogiou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos). O vereador, porém, disse que pretende conversar com lideranças de todos os partidos para trazer melhorias a Guarulhos: "Nunca vou abrir mão do diálogo com quem quer que seja".

Leia e assista à entrevista:

 

Há uma movimentação para as eleições do ano que vem. É verdade que o sr. já é pré-candidato à Prefeitura de Guarulhos?

É verdade. Pela primeira vez estou tendo a oportunidade de noticiar isso em um veículo de comunicação. Deixo claro de antemão que não é um desejo pessoal do Lucas, mas vem se tornando um desejo popular. Em todos os bairros da cidade por onde ando as pessoas pedem mudança. É diferente da maioria dos outros pré-candidatos a prefeito que recebe um relatório do que está acontecendo na cidade. Eu não, estou li no dia a dia. Estou olhando no olho das pessoas e construindo o plano de governo de forma participativa para realmente mudar o futuro da cidade. As pesquisas recentemente vêm demonstrando nosso nome com carinho especial pela população.

Isso já está acordado com o partido, agora que está seguindo para o PL?

Minha única filiação [até então] foi no Partido Progressistas, pelo qual sou grato. No momento estou sem partido. Tive a anuência do partido [para sair] e recebi um convite do PL. Eu diria que essa relação com o PL é como qualquer outra relação: passa pelo namoro e pelo noivado. Eu diria que com o PL já estamos em noivado e com data muito próxima de casamento, de oficializar [a sua ida para o partido].

O sr. recebeu um convite do PL, então?

Recebi um convite para disputar as eleições em Guarulhos, a segunda maior cidade do estado de São Paulo, que tem muito potencial de crescimento, e o PL enxerga isso. Enxerga o nome do Lucas Sanches um nome competitivo e preparado para disputar com o PT, vencer essas eleições e governar a cidade de Guarulhos com muita dedicação.

Quando o sr. percebeu que deveria ser pré-candidato?

Foi logo após o período eleitoral do ano passado. Disputei a eleição para deputado federal, fui o segundo candidato mais votado na cidade, uma votação expressiva, com quase 40 mil votos. Ali eu já escutava das pessoas nas ruas: “Lucas, você tem que vir aqui para prefeito, a gente precisa desse cuidado desse carinho do seu trabalho como prefeito aqui da nossa cidade. A gente não quer mais 16 anos de PT, a gente não quer a volta do PT e também não quer mais a continuidade do governo Guti. A gente quer algo diferente, e você representa isso”. Comecei a escutar isso das pessoas e ter um carinho especial, porque se estivesse pensando só em mim seria muito cômodo disputar uma reeleição para vereador, mas pelo contrário. A nossa preocupação é com o futuro da cidade de Guarulhos.

Como tornar seu nome mais conhecido em um ano?

Guarulhos não tem televisão, então o desafio é grande para se tornar conhecido numa cidade com 1 milhão e meio de habitantes. Só que a gente entende também as ferramentas digitais de hoje, que são Facebook, Instagram, WhatsApp. Fui o vereador mais votado do partido e fiz uma campanha de 80% a 90% pelas redes sociais. As pesquisas demonstram que quanto mais o nome do Lucas Sanches se torna conhecido pela população, a rejeição é muito pequena. Então a missão é se tornar conhecido, porque quando o eleitor nos compara com os outros candidatos, ele não tem dúvida que o nosso nome é o mais preparado para governar uma cidade tão importante quanto Guarulhos.

Como que o sr. analisa a atual gestão de Guarulhos, do prefeito Guti?

Uma catástrofe. O que me deixa mais triste é que nas principais áreas, nas essenciais, o prefeito não consegue dar jeito e ter sensibilidade. Na saúde, por exemplo, temos 69 UBS na cidade de Guarulhos e falta o básico. As pessoas ficam duas, três horas na fila de uma UBS para retirar o medicamento e, muitas vezes, e não conseguem retirar o medicamento. porque a farmácia está fechada. A cidade também tem quase 20 mil crianças fora da creche, sem vaga, e não falta dinheiro para educação. O prefeito não consegue entregar o básico, que é educação e saúde. Não consigo fazer um balanço nem regular de um governo que não olha com carinho e com atenção àquilo que é básico, àquilo que é essencial.

Há quem diga que o presidente Lula tem como prioridade que o PT volte ao poder em Guarulhos e em São Bernardo do Campo. Como pretende enfrentar o partido nas eleições?

Por que Lula quer voltar a Guarulhos? Não é porque ele tem um carinho especial por Guarulhos, mas por ser a segunda maior cidade do estado de São Paulo. É uma cidade rica, mas mal administrada, por isso não avança. Estamos construindo um time forte, com pessoas técnicas, com pessoas que querem o melhor pra cidade de Guarulhos, para enfrentar e impedir a volta do PT em Guarulhos.

Como o sr. se classifica na questão política? Direita, centro-direita?

Me apresento como um pré-candidato a prefeito de direita, que vai apresentar um modelo de gestão totalmente diferente de tudo que já se viu em Guarulhos. Muitas pessoas confundem dizendo que o Guti representa a direita. Muito pelo contrário. O trajeto político dele foi por conveniência. Quando era vereador tinha cargos na administração do PT, fazia parte da base do PT. Ele começou a se opor quando viu uma onda antipetista crescendo. Já eu desde o primeiro dia de mandato como vereador fiz oposição ao prefeito Guti, por desacreditar no modelo de gestão. Nunca tive cargo na administração. Isso é coerência.

Pré candidato a prefeito de Guarulhos Lucas Sanches "A gente não pode permitir a volta do governo do PT para Guarulhos"/Thiago Neme/Gazeta de S. Paulo

 

O sr. é um candidato muito jovem e quer administrar uma das cidades mais importantes do País. Caso eleito, pretende dialogar com todas as estâncias, independentemente de partido?

Sem dúvida alguma. Guarulhos é uma cidade que merece carinho, merece cuidado. Para fazer isso tem que estar preparado e não deixar os interesses pessoais acima da população de Guarulhos. Isso jamais vou fazer. Independente da minha idade, de eu ser jovem, não tenho dúvida que em um debate com outros pré-candidatos provo que sou o mais preparado, que sou o que mais conhece os problemas e as soluções de Guarulhos. Nunca vou abrir mão do diálogo com quem quer que seja. O meu foco é melhorar a vida do guarulhense.

Como o sr. avalia esses primeiros 10 meses do governo Lula? Teria uma relação republicana com o presidente?

O governo Lula deixou muito a desejar. Veja a taxação da [empresa chinesa] Shein. O governo disse que não ia afetar os consumidores, mas as pessoas que querem vender seus produtos através da Shein. E não é verdade, o consumidor vai acabar pagando mais. Ou seja, é um governo que já começou com aumento de impostos, com taxação. O presidente também vem gastando dinheiro público a rodo com viagens pelo mundo. Eu avalio muito mal o governo do PT. A gente não pode permitir a volta do governo do PT para a cidade de Guarulhos.

E a avaliação da gestão do governador Tarcísio de Freitas?

Diferente do governo Lula, que já começou o mandato pautado em taxações e aumento de impostos, o governador Tarciso, no momento em que foi mais exigido, nos deslizamentos em São Sebastião, mostrou ser um exemplo de gestor. A gente tem conversado muito também sobre a importância de ter um Metrô na cidade de Guarulhos, e isso o governador vem olhando com muita sensibilidade. Sendo o prefeito da cidade de Guarulhos, não tenho dúvida que a questão do Metrô vai avançar ainda mais.

O governador está em meio de uma polêmica relacionada à privatização da Sabesp. O sr. defende a privatização da empresa?

Independente de ideologia, o que o guarulhense quer é serviço de qualidade com custo menor. Quando se fala em privatização, muitas pessoas pensam que o governador está querendo vender algo que é público. O intuito desse projeto, que ainda vai ser muito debatido e discutido, é realmente diminuir a participação do governo para aumentar o poder de investimento. O projeto vai ser colocado em discussão, e quero acompanhar todos esses debates porque é um projeto muito amplo e que tem que olhar com seriedade e muito carinho.

Há outros pré-candidatos ligados à direita em Guarulhos. O sr. quer criar um bloco de direita, ou vai haver enfrentamento?

Hoje temos muitos pré-candidatos a prefeito em Guarulhos, e a gente sabe que ao se aproximar das eleições o quadro muda. Tem pré-candidato que vira vice, tem pré-candidato que desiste da eleição. A gente vem tratando todos os pré-candidatos com muito respeito. O nome da direita [para as eleições na cidade] acredito que já está muito consolidado no meu nome, sou o nome que representa a direita. Assim como Bolsonaro é o maior líder da direita, é a mesma coisa na cidade de Guarulhos.

Pré candidato a prefeito de Guarulhos Lucas Sanches Thiago Neme Gazeta de S Paulo (46)"O nome da direita acredito que já está muito consolidado no meu nome"/Thiago Neme/Gazeta de S. Paulo

 

Há negociação com os partidos?

Estou dialogando. A gente precisa conversar com os partidos, colocar o nosso plano de governo em discussão, mostrar o que a gente quer fazer de diferente na cidade de Guarulhos e conquistar o apoio dessa desses partidos. Junto com os partidos vêm os pré-candidatos. Cada partido tem 35 pré-candidatos a vereador, e são esses pré-candidatos vão levar o nosso nome e o nosso projeto por toda a cidade. A gente vem conversando e dialogando com diversos blocos da cidade.

O sr. não acredita que Bolsonaro vai dar apoio ao indicado por Guti?

De forma alguma. A gente recebeu um convite do PL, do Bolsonaro, justamente para representar essa parcela, esse eleitorado que está carente e órfão na cidade de Guarulhos, porque não se sente representado pelo atual modelo de gestão.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guardião e protetor

Exu é o diabo? Conheça essa entidade na umbanda

Exu é uma entidade muito presente nas religiões de matriz africana e a Gazeta te conta tudo sobre o guardião da umbanda; leia

O Santo Casamenteiro

Dia de Santo Antônio: conheça o padroeiro que prepara casamentos

Veja a história e os milagres de Santo Antônio, um dos santos mais queridos e venerados da Igreja Católica.

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter