X

PANDEMIA

Máscaras não voltarão a ser obrigatórias em SP, diz governador

Rodrigo Garcia (PSDB) descartou a medida apesar do aumento no número de mortes por Covid

Da Reportagem

Publicado em 04/05/2022 às 16:42

Atualizado em 04/05/2022 às 16:53

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Pedestre caminha com máscara na mão em SP / Aloisio Mauricio /Folhapress

O governador de São Paulo Rodrigo Garcia (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (4), que o estado não deve voltar a exigir o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19. O retorno da aplicação da medida restritiva foi colocado em pauta diante do aumento repentino no número de mortes pela doença no território paulista.

"A vacina resolveu até agora a questão da covid. Nós tivemos sim esse aumento no número de mortes, o de internações está estabilizado, o comitê cientifico se reúne periodicamente e em nenhum momento eles demandaram medidas adicionais. Sempre escolhemos o lado da vida, o lado certo da história, mas não tem no horizonte nenhuma expectativa de medidas restritivas", afirmou o governador em entrevista ao "Uol".

Após dois meses de queda, o estado de São Paulo voltou a registrar aumento na média diária de mortes por covid-19. Neste domingo (1), a média de mortes foi de 31 por dia, valor 61% maior do que o registrado há 14 dias, o que indica tendência de alta. 

Embora os valores tenham voltado a subir, as mortes ainda seguem no patamar mais baixo registrado desde o início da pandemia, desconsiderando apenas os períodos em que houve falha nos dados - no pior momento da contaminação, o estado obteve média diária de 890 mortes.

Ainda nesta quarta, Garcia afirmou que, mesmo diante da alta de óbitos por Covid, não há motivo para alarde. As máscaras antiCovid deixaram de ser obrigatórias em espaços abertos no Estado no dia 9 de março.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nasceu em julho ou agosto?

Caixa libera abono do PIS/PASEP para trabalhadores nascidos em julho e agosto

Governo deve liberar R$ 4,5 bilhões para os benefícios, sendo R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 613 milhões para o PASEP

Delação Premiada

Caso Marielle: STF julga esta terça denúncia dos mandantes envolvidos no crime

Ministros vão decidir se os suspeitos se tornarão réus por homicídio e organização criminosa; acusados estão presos desde março

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter