Publicidade

X

Estado

Menina de 4 anos morre após ser picada por escorpião

Segundo familiares, a menina reclamou de dores e relatou ter sido mordida no polegar direito por um bicho; caso aconteceu em Tupã

ALINE

Publicado em 30/01/2019 às 16:18

Atualizado em 30/01/2019 às 18:20

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Uma menina de 4 anos morreu após ter sido vítima de uma possível picada de escorpião, na madrugada de terça-feira, em Tupã, no interior de São Paulo. De acordo com familiares de Ana Sofia da Silva Santos, a menina reclamou de dores e relatou ter sido mordida no polegar direito por um bicho.

A garotinha foi levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e transferida para a Santa Casa, recebendo a aplicação de soro antiescorpiônico. "Mesmo com o atendimento adequado e o empenho dos profissionais, Ana Sofia veio a óbito", informou a Secretaria Municipal de Saúde.

Conforme a pasta, apesar dos sintomas apresentados e do relato da criança, ainda é preciso aguardar exames para a confirmação da causa da morte. A prefeitura informou que tem feito limpeza de terrenos, praças e prédios públicos a fim de coibir a proliferação de escorpiões. Proprietários de imóveis particulares estão sendo mobilizados por meio de editais para fazer as limpezas, com possível aplicação de multa.

Segundo o município, o Ministério da Saúde não recomenda o uso do veneno contra o escorpião, pois a aplicação pode desalojar o animal para outro lugar, em vez de matar, por isso a limpeza de terrenos é mais indicada para o controle.

EMERGÊNCIA.

A Prefeitura de Bauru decretou estado de emergência, nesta terça-feira (29) devido ao aumento na proliferação de escorpiões na cidade. O decreto levou em conta também o número alto de casos de dengue. Só este ano, a cidade teve 775 casos confirmados da doença. O decreto vale por 180 dias, período em que proprietários de terrenos sujos serão intimados para realizar a limpeza, sob pena de multa. O valor da multar pode atingir R$ 1,5 mil por lote padrão, de 300 metros quadrados.

Em Sorocaba, uma força- tarefa capturou 264 escorpiões em vistorias a 4,8 mil casas, em 24 dias de operação contra o aracnídeo este mês. (EC)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CASOS EM ALTA

Dengue: grávidas e bebês podem usar repelentes?

Na busca por proteção, a procura por repelentes aumentou nas farmácias de todo o País; dermatologista orienta sobre o uso

DIA DO COMEDIANTE

Conheça influenciadores de humor que estão em alta na internet

Para o Dia do Comediante, a Gazeta separou cinco perfis do Instagram que estão em alta entre os usuários da rede social

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter