Publicidade

X
TRANSPORTE

Taboão da Serra contará com 20 novos ônibus com ar-condicionado e portas USB; veja fotos

O investimento total é de cerca de R$ 14 milhões; novos veículos devem entrar em operação nos próximos dias

Publicidade

Prefeito Aprígio (centro) durante a entrega dos novos veículos / Daniel Villaça/ Gazeta de S. Paulo

Na tarde de segunda-feira (16) a Prefeitura de Taboão da Serra, na Grande São Paulo, entregou 20 novos ônibus que vão integrar a frota do transporte público municipal. Além de modernos, os novos coletivos contam com ar-condicionado e portas USB para recarregar equipamentos eletrônicos. O investimento total é de cerca de R$ 14 milhões. 

A entrega dos novos veículos foi realizada no estacionamento do Parque das Hortênsias, na Praça Miguel Ortega, nº 500, no Parque Assunção e reuniu autoridades locais. A Viação Pirajuçara/Fervima é a empresa responsável pelo transporte na cidade. 


“Cada veículo custou em torno de R$ 700 mil e contam com toda a estrutura de acessibilidade. Estamos trabalhando para que em breve também possam ter a rede de Wi-Fi”, diz Jackson Souza, responsável pelo Planejamento das linhas da Pirajuçara. 

 
 
 
 
 
 
 
photo_2022 05 16 16.17.07

 

De acordo com a Prefeitura de Taboão da Serra, os ônibus devem entrar em operação nos próximos dias. 

Reajuste da tarifa

No dia 25 de fevereiro deste ano, véspera do feriado de Carnaval, a Prefeitura de Taboão da Serra publicou um decreto aumentando o valor da tarifa de ônibus municipais de R$ 4,30 para R$ 5. O valor entrou em vigor na primeira semana de março.

O reajuste pegou os passageiros da cidade de surpresa. A proposta da Viação Pirajuçara/Fervima era que o valor da tarifa subisse para R$ 5,40.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Nicolas Vlavianos, que criou esculturas no Arouche e na Sé, morre aos 93 anos

Segundo sua filha, Myrine Vlavianos, o artista passou os últimos seis meses entre idas e vindas do hospital

Saúde

Anvisa determina recolhimento do remédio 'Losartana', usado para tratar hipertensão

Produtos devem ser retirados das farmácias em até 120 dias

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software