X

LUTO

Morre Super Chico, menino com Down que superou a Covid

A sua saga para superar a doença, ocorrida entre 2020 e 2021, o deixou famoso nas redes

FOLHAPRESS

Publicado em 06/02/2023 às 10:14

Atualizado em 06/02/2023 às 10:17

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Francisco Guedes Bombini, 6, o Super Chico, morreu na madrugada desta segunda-feira (6) / Reprodução/Instagram

O menino Francisco Guedes Bombini, 6, o Super Chico, morreu na madrugada desta segunda-feira (6). Segundo familiares, a causa foi uma parada cardíaca. Ele vivia em Bauru (328 km de SP).

Trajado de super-herói, imagem que ficaria associada a ele, Chico, que tinha síndrome de Down, deixou o hospital por duas vezes após vencer a Covid. A sua saga para superar a doença, ocorrida entre 2020 e 2021, o deixou famoso nas redes.

Só no Instagram, são 268 mil seguidores. A mãe do menino, a advogada Daniela Guedes, utilizou a página para escrever sobre sua experiência ao lado dele. "Tenho certo para mim que todos temos uma missão nessa vida. A do Chico foi a de plantar sementes de amor no coração das pessoas", declarou Guedes.

O velório será realizado nesta manhã, mas ainda não há previsão para o enterro.

Em 2020, Chico passou 14 dias na UTI devido à Covid. Foi um período de dores e medo, afirmou a mãe à época, mas também de milhares de mensagens que a criança recebeu do país todo e até do exterior.

Os recados carinhosos foram rotina na vida de Chico. No aniversário de quatro anos, ele recebeu mensagens gravadas em vídeo de celebridades como o cantor Chico Buarque, o ex-presidente José "Pepe" Mujica, do Uruguai, a cantora Rita Lee e a chef Paola Carosella.

Na ocasião, Elza Soares, 91, cantou "Happy Birthday" para Chico. "Parabéns, meu amor. Muita vitória nessa luta", disse uma das maiores artistas brasileiras, morta em janeiro de 2022.

Na segunda infecção, em 2021, Chico saiu do hospital após 28 dias sob aplausos de médicos e enfermeiros.

O menino também convivia com disfunção renal, cardiopatia, hipotireoidismo e displasia pulmonar provocada por três meses de intubação após o nascimento, quando morou seis meses no hospital, tendo sido submetido a sete cirurgias.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Apagão 2024

Mancha solar reaparece e pode causar apagão

A tempestade desse mês foi marcada por auroras boreais e austrais em vários lugares do mundo

TRÂNSITO NA saída DA CAPITAL

Saída de SP têm trânsito intenso na véspera do feriado

Nas ruas da Capital, a Marginal Tietê é a via que apresenta situação mais complicada. Régis, Raposo e Castelo Branco apresentam complicações

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter