Publicidade

X

Execução

Mulher é morta com 42 tiros na nuca, braços e costas em Campinas

A vítima foi identificada como Adriana Rosa Ferreira; ela foi assassinada em uma rua próxima de um ponto de tráfico de drogas da região

Maria Eduarda Guimarães

Publicado em 07/12/2023 às 15:43

Atualizado em 07/12/2023 às 16:08

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Adriana Rosa Ferreira foi morta a tiros no Jardim São Cristóvão, em Campinas / Reprodução

Uma mulher de 41 anos foi morta com 42 tiros à queima-roupa no meio da rua no Jardim São Cristóvão, em Campinas, no interior de São Paulo, na madrugada deste domingo (3). A vítima foi identificada como Adriana Rosa Ferreira. O caso segue sendo investigado pela polícia.

Segundo a Polícia Civil, a mulher foi executada a tiros de revólver e pistolas na Rua Raimunda Ezilda Goes. O local é próximo de um conhecido ponto de tráfico de drogas. A Perícia foi acionada e constatou as mais de 42 perfurações pelo corpo da vítima, com disparos na nuca, braços e costas.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Amigos de Adriana suspeitam que ela já previa a morte e apareceu para se despedir, já que ela teria ficado sumida por um tempo antes do crime acontecer.

Na rua em que aconteceu a execução não existem câmeras de segurança e até esta quinta-feira (7) nenhum suspeito foi identificado.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Direitos Humanos

'Inconcebível', diz Alckmin sobre ataques contra civis em Gaza

Assim como Lula, vice-presidente fez apelo à comunidade internacional

Política

Lula se reúne com Maduro para tratar de eleições na Venezuela no segundo semestre

Palácio do Planalto informou que questão de Essequibo não foi tratada

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter