X

Tarifa reduzida

Municípios do interior de SP terão 10% de redução na conta de energia

Na prática os consumidores terão efeito médio de redução de 9,89%; redução na tarifa de energia elétrica será em 14 municípios

Monise Souza

Publicado em 10/07/2024 às 14:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Aneel anunciou a redução de 10% na tarifa de energia elétrica em 14 municípios do interior de SP / Divulgação/Prefeitura de Catanduva

A partir de sexta-feira (12) a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou a redução de 10% na tarifa de energia elétrica em 14 municípios do interior de São Paulo. 

A informação foi divulgada pela Energisa, concessionária responsável pelo abastecimento na região. A redução será valida por doze meses e foi realizada nesta terça-feira (9), dentro do calendário do Reajuste Tarifário Anual (RTA) de 2024.

Como deve funcionar

Na prática os consumidores terão efeito médio de redução de 9,89%.

  • Para clientes de baixa tensão a queda é de 9,40%.
  • Para os moradores de residências a previsão é de queda de 9,37% no valor da tarifa. 
  • E os clientes de média e alta tensão, como industrias e grandes comércios, terão desconto de 11,12%.

Municípios que terão redução

Confira os municípios que terão a redução a partir de sexta:

  • Adolfo;
  • Borborema;
  • Catanduva;
  • Catiguá;
  • Elisiário;
  • Irapuã;
  • Itajobi;
  • Marapoama;
  • Mendonça;
  • Nova Aliança;
  • Novais;
  • Novo Horizonte;
  • Sales Tabapuã;
  • Urupês;

Reajuste

Recentemente a Aneel anunciou o retorno da bandeira amarela e reajuste na conta de energia elétrica para diversas cidades do Brasil. A medida é um alerta para a baixa no nível dos reservatórios das hidrelétricas. 

O governo adotou a bandeira amarela para tarifas de energia elétrica para este mês de julho. Com isso, haverá cobrança adicional no valor, deixando o preço da energia elétrica mais caro para famílias e empresas.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 pela Aneel e sinaliza o custo real da energia elétrica gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia.

Com a bandeira amarela:

  • A tarifa aumenta R$ 1,88 a cada 100 kilowatt-hora (kWh).
  • O consumo médio em uma casa brasileira na zona urbana é de aproximadamente 150 kWh.
  • A Aneel explicou que os fatores que levaram à adoção da bandeira amarela são:
  • Previsão de chuvas abaixo da média no segundo semestre (cerca de 50% menos que o normal).
  • Previsão de temperaturas acima da média no inverno, o que levará ao acionamento de aparelhos para amenizar o ambiente.

*Texto sob supervisão de Diogo Mesquita

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

JOGOS DO DIA

Palmeiras em campo neste sábado; veja onde assistir aos jogos do dia

Bola rola no Brasileirão Série A, B, C, D, Sub-20 e Copa Paulista

Competição internacional

Competição da BMW Motorrad acontece em setembro

De 15 a 20 de setembro, 22 equipes enfrentarão o desafiador deserto da Namíbia em busca do troféu

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter