X

DESAPARECIDA HÁ 3 DIAS

Namorada de 16 anos é enforcada e enterrada em SP

Suspeito é maior de idade e tem precedentes criminais; ele estava preso em regime semiaberto por roubo

Lucas Souza

Publicado em 16/05/2024 às 14:30

Atualizado em 16/05/2024 às 16:35

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Namorada de 16 anos é enforcada e enterrada em SP / Arquivo pessoal

Um homem, de 25 anos, foi preso nesta quarta-feira (15) por assassinar e enterrar sua namorada, de 16, em Caraguatatuba, litoral paulista. O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (13).

Siga a Gazeta nas redes sociais e mantenha-se bem informado!

Rafaela Ramos da Silva morreu enforcada e sufocada por um travesseiro. Em confissão às autoridades, Adilson da Silva de Siqueira Junior disse ter cometido o crime por acreditar estar sendo traído pela vítima.

Entenda o caso

Uma denúncia de feminicídio levou policiais a um ponto de drogas da região que, segundo acusação, era frequentado pelo suposto autor do crime.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

No local, três sujeitos foram encontrados e abordados. Dois deles conseguiram fugir, o terceiro foi alcançado. Este estava em posse de duas porções de maconhas e, durante abordagem, aparentava estar nervoso.

Em certo ponto da conversa, o suspeito confessou o crime e levou as autoridades a um sítio na estrada Abra de Dentro, onde a vítima havia sido enterrada.

"Diante das informações, as equipes iniciaram patrulhamento e, em uma das ruas do bairro Pegorelli, indivíduos foram visualizados e empreenderam fuga. Um deles a equipe conseguiu abordar. Durante essa abordagem conseguiram verificar que era o individuo que tinha cometido o homicídio", explicou o tenente da Polícia Militar, Rodolfo Quirino ao “G1”.

Resolução

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), enquanto o criminoso seguiu para a delegacia da Polícia Civil de Caraguatatuba.

Além das duas porções de maconha, o infrator estava em posse de uma faca e um celular. Os objetos foram apreendidos pelas autoridades.

Segundo os policiais, Adilson já tinha precedentes criminais e estava preso em regime semiaberto por roubo. Com a morte de Rafaela, ele irá responder por homicídio, tráfico de drogas e ocultação de cadáver.

*Texto sob supervisão de Diogo Mesquita

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Apagão 2024

Mancha solar reaparece e pode causar apagão

A tempestade desse mês foi marcada por auroras boreais e austrais em vários lugares do mundo

TRÂNSITO NA saída DA CAPITAL

Saída de SP têm trânsito intenso na véspera do feriado

Nas ruas da Capital, a Marginal Tietê é a via que apresenta situação mais complicada. Régis, Raposo e Castelo Branco apresentam complicações

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter