X

ESTADO

Nova passarela no Centro Histórico beneficia 20 mil usuários das barcas Santos-Guarujá

A gestão e a manutenção da estrutura ficarão a cargo da autoridade portuária

Da Reportagem

Publicado em 16/01/2023 às 22:01

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Passarela, com acessibilidade, fica região da alfândega. / Foto: Douglas Fernandes/PMS

O acesso de pedestres à travessia de barcas Santos-Guarujá, no Centro Histórico, está mais seguro. Foi inaugurada nesta segunda-feira (16), a passarela na região da alfândega, sobre a Rua Antônio Prado, beneficiando cerca de 20 mil pessoas que circulam diariamente pelo local.

A nova passagem faz parte de uma série de modernizações em andamento no Porto de Santos que elevam a segurança da comunidade junto ao aumento da eficiência operacional das ferrovias que atendem ao porto. Além disso, vai de encontro às obras de revitalização do Centro Histórico, comandadas pela Prefeitura.

A antiga passagem, que fica a cerca de 100 metros da nova, será removida, assim como a passagem no nível da pista será fechada após um breve período de adaptação, tornando a nova passarela a única passagem entre o Centro e a travessia de barcas. O projeto foi viabilizado por meio de uma parceria entre Prefeitura Municipal, Santos Port Authority (SPA) e a companhia ferroviária e de logística Rumo, que realizou a doação da obra, com investimentos estimados em cerca de R$ 20 milhões. A gestão e a manutenção da estrutura ficarão a cargo da autoridade portuária.

“Trará segurança aos trabalhadores que atravessam essa avenida por onde passam mais de 15 mil caminhões diariamente e simbolizará essa ligação entre o Município e o Porto, buscada pelo Poder Público e iniciativa privada. Queremos um porto que tenha mais diálogo com a região, um porto para todos”, afirmou o prefeito Rogério Santos.

Para o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, a obra é uma forma de compensar a população que convive com o trânsito portuário em nome do desenvolvimento. "Também é uma entrega simbólica, pois é a primeira obra inaugurada desde que assumi o cargo. Ao mesmo tempo é, possivelmente, a primeira obra inaugurada dentro do Governo Lula", disse o ministro durante a inauguração.

O diretor-presidente da Santos Port Authority (SPA), Fernando Biral, anunciou planos para a construção de outras passarelas, no mesmo padrão, ao longo da Avenida Perimetral para os próximos anos. "Para a Cidade é uma obra muito importante porque reduz os acidentes e melhora a fluidez no trânsito. Ao longo desses anos, trabalhamos junto à Prefeitura para construir essa relação porto-cidade e esperamos que essa seja uma região que beneficie muito a população", afirmou.

Também estavam presentes na inauguração deputados, vereadores municipais, prefeitos e vereadores de outras cidades da Baixada Santista, representantes de sindicatos, entre outros. Após o evento, autoridades se reuniram com o Sindicato dos Operários e Trabalhadores Portuários (Sintraport) para ouvir as reivindicações do grupo.

PASSARELA

A nova passarela conta com escadas em ambos os lados e 54 metros de comprimento por 7,1 metros de largura. Há um elevador com capacidade para 16 pessoas em cada extremidade, que funcionará 24h por dia, além de pórticos em concreto armado com pintura branca e vidros laminados como revestimento.

O projeto contou com aplicação de material misto em sua estrutura, com a fundação e os pilares feitos com concreto armado e a superestrutura em metal, com piso constituído por uma mistura de aço com concreto.

A harmonia arquitetônica com o prédio da Alfândega e o bem-estar da população foram reforçados com a implementação de um bulevar no acesso pela Avenida Senador Feijó, com bancos, lixeiras, paraciclos, bloqueio de acesso para veículos automotores e trailers para a instalação futura de permissionários do ramo alimentício.

“A obra é mais um exemplo dos constantes investimentos que a Rumo faz no Porto de Santos, como a conclusão da terceira linha do Paquetá e a conclusão da obra do adensamento do Macuco”, disse o Vice-Presidente de Regulação e Expansão da Rumo, Guilherme Penin.

ACESSIBILIDADE 

Além da segurança na travessia, que agora separa pedestres de veículos, outro ponto elogiado pelos munícipes foi a acessibilidade da passarela, inexistente na antiga construção. O servidor público Victor Moreira, de 27 anos, por exemplo, é cadeirante desde os 10 e utiliza a passagem diariamente, o que tornou a obra de extrema utilidade para ele, que reside em Vicente de Carvalho (Guarujá) e trabalha em Santos.

“É uma economia de tempo, porque antes tinha que aguardar o trem passar e, às vezes, demorava muito. Sem falar da segurança, porque em dia de chuva a cadeira escorregava nos trilhos e agora não vai mais ter esse problema”, afirmou o servidor, que se diz feliz com a inauguração. “Vai ser bem útil no meu dia a dia e para pessoas com outras deficiências”, completou.

Para a auxiliar administrativa Bianca Maria de Jesus Araújo, de 26 anos, a obra veio em boa hora. Ela também mora em Vicente de Carvalho e passará a fazer a travessia com maior frequência agora que deu à luz a pequena Rebecca, há 20 dias. “O convênio médico dela é em Santos e eu fiquei pensando como faria para passar com o carrinho”, contou. Após utilizar o equipamento, diz ter aprovado a inovação. “Ficou muito bonito e esse elevador é muito útil para mim, além de ser uma passagem mais segura para todos”, finalizou.

PATRIMÔNIO

O projeto arquitetônico do empreendimento foi feito em harmonia com o edifício da Alfândega, erguido no século 19 e atualmente tombado como patrimônio do Município.

Toda a obra foi feita em conformidade com os procedimentos legais junto aos órgãos de defesa do patrimônio histórico, tendo sido aprovada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (Condepasa).

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Gastronomia

Veja os 15 melhores queijos do mundo; 11 são brasileiros

Pela terceira edição do Mundial do Queijo, 11 dos 15 queijos finalistas, são queijos feitos por empresas brasileiras; confira

Centenário das feiras

São Paulo tem feira de rua centenária; conheça a história desde o surgimento

Veja o que a Gazeta preparou para entender um pouco mais sobre a história da cidade de São Paulo

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter