X

HABITAÇÃO SOCIAL

Nunes alfineta Boulos ao desapropriar prédios no centro de SP

'É uma forma da prefeitura levar habitação para as pessoas sem invasão', disse Nunes, ao provocar Boulos

Bruno Hoffmann

Publicado em 11/06/2024 às 17:30

Atualizado em 11/06/2024 às 17:38

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O prefeito Ricardo Nunes durante a assinatura do decreto habitacional / Divulgação/Secom

O prefeito Ricardo Nunes (MDB) assinou nesta terça-feira (11/6) um decreto que determina a desapropriação de cinco imóveis na região central de São Paulo. Os locais serão destinados para a criação de moradias populares.

'Sem invasão'

Segundo Nunes, os espaços serão transformados em Habitação de Interesse Social (HIS), ou seja, receberão moradias para famílias com renda mensal de até seis salários-mínimos.

“É uma forma da prefeitura levar habitação para as pessoas, fazendo de forma legal, sem invasão”, afirmou o prefeito, em uma alfinetada no principal adversário à disputa pela prefeitura, Guilherme Boulos (PSOL), líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto).

Recursos para desapropriação

Os imóveis serão desapropriados com recursos do Tesouro Municipal e repassados à Cohab-SP. A administração municipal também publicou decreto que permite a desapropriação de outros imóveis ociosos por meio de leilões, ação conhecida como “hasta pública”.  

Os cinco edifícios ficam no Centro Histórico da Capital. Os prédios foram notificados por mais de cinco anos pela Secretaria de Urbanismo e Licenciamento para que o proprietário desse uso a eles, informou a gestão.

Durante esse período, o valor do IPTU foi aumentado conforme a aplicação do IPTU Progressivo. Em alguns casos, a dívida chega a 58% do valor venal do imóvel. Ou seja, um local com custo estimado de R$ 12 milhões tem dívida de IPTU de R$ 7 milhões.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol internacional e nacional

Confira agenda de jogos desta segunda-feira no futebol

Seleção brasileira estreia na Copa América contra a Costa Rica; confira também os confrontos da Eurocopa, Campeonato Brasileiro e Copa Paulista, e onde assistir ao vivo

Oportunidade

Prefeitura de Jundiaí abre 70 vagas de emprego esta terça-feira

Remuneração varia de acordo com o cargo oferecido, podendo ser de R$ 1.412 a R$ 1.901

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter