X

ATRASO ANUNCIADO

Obras para evitar desastres em Franco da Rocha só vão acabar após período de chuvas

Período de entrega dos projetos está previsto para abril; Governo começou a instalar muro de contenção no Parque Paulista

Joe Silva

Publicado em 18/01/2023 às 11:52

Atualizado em 18/01/2023 às 12:01

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Obras para evitar deslizamentos em Franco da Rocha só vão acabar em abril, após as chuvas / Reprodução/TV Globo

Cerca de um ano depois do deslizamento de terra que deixou 18 pessoas mortas em Franco da Rocha, na Região Metropolitana de  São Paulo, as obras do governo estadual para evitar novas tragédias no local devem ser finalizadas somente em abril deste ano, após o período de chuvas. 

Uma das soluções em andamento é a construção de um muro de contenção no Parque Paulista, área em que ocorreu o deslizamento, em 30 de janeiro de 2021. As informações são do portal g1.

De acordo com a Secretaria da Habitação de Franco da Rocha, o muro é a primeira de uma série de obras que incluem também a construção de casas populares. A pasta afirma que 500 famílias ainda recebem auxílio aluguel na cidade.

A secretária da Habitação do município, Ana Carolina de Alencar Nunes, explica que o alerta principal da Prefeitura é que os moradores que tiveram suas casas interditadas em janeiro de 2022 não voltem para suas residências.

"Temos muitas famílias que voltaram e tivemos que cortar o auxílio moradia emergencial. Então essa é a nossa grande preocupação, já buscamos essas famílias novamente para que elas saiam das áreas de risco", disse a secretária.

Segundo o Instituto Geológico do Estado, 578 mil casas na Região Metropolitana estão em áreas de risco - são 180 mil somente na capital. No total, 3 milhões de pessoas vivem em locais que podem desabar. 

Inclinômetros 

De acordo com a Defesa Civil do estado de São Paulo, teve início o processo de instalação de "inclinômetros", uma ferramenta que mede a inclinação de terrenos em áreas de risco e emite um alerta quando existem sinais de movimentação do solo acima do normal. 

O produto já foi instalado em Barueri, também na Grande São Paulo, e em Campos do Jordão, no interior. Em Franco da Rocha, a previsão é que seja colocado nos próximos dias. 

Na Capital, a Prefeitura informou que investiu R$ 1,4 bilhão em obras de prevenção e contenção de chuvas desde 2021.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Apagão 2024

Mancha solar reaparece e pode causar apagão

A tempestade desse mês foi marcada por auroras boreais e austrais em vários lugares do mundo

LITORAL FLUMINENSE

Surfista de Guarujá conquista etapa nacional em Saquarema

O atleta entrou no torneio durante o tratamento de uma torção de joelho, e mesmo assim garantiu a primeira colocação

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter