Publicidade

X

OPERAÇÃO ALÔ DOUTOR

Operação em SP reprova 27% dos produtos hospitalares e cirúrgicos

Avaliações foram feitas em cinco laboratórios no estado

Agência Brasil

Publicado em 17/10/2022 às 16:19

Atualizado em 17/10/2022 às 16:25

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Foram fiscalizados itens como lençóis hospitalares descartáveis, água oxigenada, algodão, máscara cirúrgica, esparadrapo, álcool em gel e etc / Márcio Antonio da Silva, HRAC-USP

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) encontrou irregularidades em 9 (27%) de 33 produtos hospitalares e cirúrgicos avaliados durante a Operação Alô Doutor, realizada na última sexta-feira (14).

A operação tinha o intuito de verificar se o conteúdo era o mesmo indicado nas embalagens. Foram fiscalizados itens como lençóis hospitalares descartáveis, água oxigenada, algodão, máscara cirúrgica, atadura, esparadrapo, gel antisséptico, compressa de gaze, álcool em gel, luva de vinil, toalhas de papel, dentre outros produtos encontrados em pontos de vendas especializados.

Segundo o Ipem-SP, as avaliações ocorreram simultaneamente em cinco laboratórios do instituto sediados nos municípios de Bauru, Campinas, Ribeirão Preto, São Carlos e na capital paulista. O único no qual não foram observadas irregularidades foi o laboratório de São Paulo.

“Continuaremos atuando na fiscalização e verificação desses produtos para que o consumidor não seja lesado, assim como os fabricantes e comerciantes que atuam dentro da legalidade”, disse o superintendente do Ipem-SP, Ricardo Camargo.

Representantes das empresas fiscalizadas foram previamente convidados a presenciar a análise. Os fabricantes e estabelecimentos autuados por irregularidades nos produtos têm dez dias úteis para apresentar defesa junto ao Ipem-SP. De acordo com a Lei Federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CASOS EM ALTA

Dengue: grávidas e bebês podem usar repelentes?

Na busca por proteção, a procura por repelentes aumentou nas farmácias de todo o País; dermatologista orienta sobre o uso

DIA DO COMEDIANTE

Conheça influenciadores de humor que estão em alta na internet

Para o Dia do Comediante, a Gazeta separou cinco perfis do Instagram que estão em alta entre os usuários da rede social

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter