X

Estado

Perfis de bairros das redes sociais mostram seu poder de influência e de gerar negócios

Em uma cidade gigante como São Paulo, produtores de conteúdo focados em microrregiões ganham cada vez mais espaço na palma da mão da vizinhança e ajudam a dar visibilidade aos negócios locais

Da Reportagem

Publicado em 08/02/2023 às 16:45

Atualizado em 08/02/2023 às 16:50

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Região de Pinheiros / Divulgação

Cresce cada vez mais o número de produtores de conteúdo que decidiram dar o protagonismo ao seu bairro e muitas vezes nem mostram seu próprio rosto, algo raro em um meio de grandes vaidades como as redes sociais. Sejam de bairros tradicionais e históricos como o Ipiranga, boêmios e emergentes como o Tatuapé ou redutos antigos e redescobertos do centro como a Vila Buarque, os perfis e seus donos ajudam a disseminar uma cultura e a valorização do comércio local.

Alguns deles são derivados de veículos de comunicação que, com a tecnologia e as novas formas de consumir notícias, conteúdo e entretenimento precisam se reinventar. O perfil Nova Gazeta do Ipiranga (@novagazetadoipiranga – 23 mil seguidores) é filho de seu jornal homônimo que ainda existe, mas há alguns anos ganhou vida própria, assim como o Viva Tatuapé (@vivatatuapé – 105 mil seguidores) apêndice do portal de notícias do bairro.

“No meu caso, tudo começou como uma forma de interagir com as pessoas do bairro, sem grandes pretensões. Hoje, recebo diversas mensagens diariamente de sugestões de posts, pedidos de ajuda e empresas em busca de anunciar seus produtos e serviços. Hoje, o Nova Gazeta do Ipiranga é uma de minhas principais fontes de renda”, revela Andréa Bulbarelli.

No caso de Andréa, sócia de uma agência de marketing digital, percebemos algo em comum a todos eles, a vida de influenciadores de bairro, para alguns, já se transformou em fonte de renda, contudo, cada um ainda mantém sua profissão. Este é o caso de Priscilla Torelli, jornalista, empresária do setor de hospitalidade e que também se dedica à atualização do Vila Buarque (@vilabuarque – 32 mil seguidores) que, ao contrário dos citados anteriormente, não é derivado de nenhuma mídia, apenas de uma vontade de sua dona em contar mais sobre o bairro e suas histórias.

“A diversidade e a efervescência nessa pequena área da cidade de São Paulo, que é onde moro há mais de 20 anos, sempre chamou minha atenção. É um pedacinho do centro que merecia esse carinho. Tanto que, durante a pandemia, me juntei à artista visual Bia Ferrer para tirar um pouco isso do mundo digital em uma exposição chamada ‘A Cara da Vila Buarque’, que foi um tremendo sucesso! Antes, vivíamos espremidos pelos vizinhos famosos, como Higienópolis, Santa Cecília e Consolação, mas, agora, temos o nosso protagonismo”, destaca Priscilla.

Há poucas quadras de Priscilla está o empresário, jornalista e relações públicas Antonio Montano e o seu Zoom Zine (@zoomzine_sp), um canal de comunicação que nasceu como portal de notícias, tentou ter sua versão revista impressa e hoje mantém apenas seu perfil no Instagram. Seu nome tem como inspiração os antigos zines que circulavam entre as tribos urbanas. O ZZ, como é carinhosamente chamado, já teve como proposta cobrir toda a cidade, no entanto, hoje se limitou aos principais bairros da região central de São Paulo. “Eu percebi que para um alcance regionalizado, perfis como estes tem um poder maior do que posts impulsionados por limitação geográfica”, alerta.

Enquanto Antonio tenta abraçar vários bairros, jornalista Nelio Junior seguiu o caminho oposto, para ele a Avenida Paulista sozinha é tão rica que vale por uma cidade inteira “Aqui temos cultura, negócios, manifestações políticas, tudo ao mesmo tempo agora. O NaPaulista hoje é o maior canal de comunicação direcionado para as milhares de pessoas que passam aqui todos os dias” explica ele que já conta com uma equipe própria para cobrir tudo o que acontece por lá para manter atualizados o portal e o perfil no Instagram Na Paulista (@napaulista – 81 mil seguidores).

Sejam pontos turísticos ou regiões mais bairristas e fechadas em sua própria comunidade, é interessante observar como o conteúdo produzido representa bem o perfil de quem mora ou circula por esses espaços. Verdadeiras ferramentas de prestação de serviço.

Abaixo, alguns perfis regionalistas no Instagram que merecem sua atenção e que, com certeza, te deixarão até com vontade de fazer uma visita:

Nova Gazeta do Ipiranga - @novagazetadoipiranga (por Andréa Bulbarelli).

Viva Tatuapé - @vivatatuape (pela redação do portal homônimo).

Vila Buarque - @vilabuarque (por Priscilla Torelli)

Zoom Zine SP - @zoomzine_sp (por Antonio Montano)

Na Paulista - @napaulista (por Nelio Junior)

Campo Belo Dicas - @campobelodicas (por Ludmila Tavares)

Dicas Vila das Mercês - @dicasviladasmercesv (por Thais C. Maciel)

Cambuci Lovers - @cambucilovers (por Ana Cecília Mônaco)

Amo Pinheiros - @amopinheiros (por Raquel Arietti)

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Apagão 2024

Mancha solar reaparece e pode causar apagão

A tempestade desse mês foi marcada por auroras boreais e austrais em vários lugares do mundo

LITORAL FLUMINENSE

Surfista de Guarujá conquista etapa nacional em Saquarema

O atleta entrou no torneio durante o tratamento de uma torção de joelho, e mesmo assim garantiu a primeira colocação

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter