Publicidade

X
BAIXADA SANTISTA

Pesquisa aponta que custo com aluguel compromete 45% da renda dos moradores do Litoral

Este é o maior percentual do país: censo QuintoAndar de Moradia revela que moradores da região gastam, em média, R$ 951 por mês com o pagamento do aluguel - quase 40% a mais do que a média nacional

Publicidade

Morador da região gasta, em média, R$ 951 por mês com o pagamento do aluguel, enquanto a média nacional é de R$ 686 / Nair Bueno/DL

O Censo QuintoAndar de Moradia, pesquisa inédita realizada em parceria com o Instituto Datafolha, aponta que, atualmente, o aluguel compromete 45% da renda familiar dos moradores da Baixada Santista - o maior percentual do país, à frente das regiões metropolitanas de São Paulo (38%), Rio de Janeiro (34%) e Belo Horizonte (31%) e das cinco regiões do país (Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste).

O morador da região gasta, em média, R$ 951 por mês com o pagamento do aluguel, enquanto a média nacional é de R$ 686.

Esses dados são relevantes para 34% dos entrevistados que pretendem se mudar e alugar um imóvel nos próximos dois anos, percentual que também é o maior do país. O depósito caução é a principal forma de garantia utilizada, escolha de quase três em cada quatro entrevistados (72%), à frente de outros modelos de contrato como fiador (11%).

Em contraponto, 55% dos moradores que pretendem mudar querem comprar a casa própria. Sair do aluguel e realizar um sonho são os principais motivos para a compra do imóvel, razões apontadas por 72% dos entrevistados. Apesar do desejo, apenas 52% possuem um planejamento financeiro para realizar essa conquista. A falta de recursos financeiros é o principal motivo apontado por 89% dos entrevistados para não darem sequência ao plano.

Para quase metade dos entrevistados (47%), o financiamento é visto como principal meio para realizar o sonho da casa própria. Outras alternativas como pagar à vista (33%), pedir ajuda financeira de familiares (10%) e fazer um consórcio (6%) também foram citadas. O estudo aponta que, atualmente, o morador da Baixada Santista gasta, em média, R$ 1.108 por mês com o pagamento do financiamento. O valor equivale a 27% da renda familiar, equiparado à média nacional.

Por fim, o levantamento traz dados sobre a forma favorita dos moradores da região de buscarem novos imóveis. "O Censo aponta que os dois métodos mais utilizados na busca por um novo lar são imobiliárias tradicionais de bairro e sites e aplicativos de locação e venda de imóveis, citados por 58% e 57% dos entrevistados, respectivamente. O Google e outros buscadores na internet (com 48%) e as redes sociais (com 46%) também aparecem em destaque, o que reforça a importância dos canais digitais durante a jornada de busca", destaca Thiago Reis, gerente de Dados do QuintoAndar.

Metodologia da pesquisa 

O Censo QuintoAndar de Moradia traz informações sobre o mercado residencial no Brasil, a caracterização do domicílio, além de hábitos, anseios e desejos dos brasileiros. Ao todo, foram realizadas 3.186 entrevistas com a população brasileira, com idade a partir de 21 anos, em todas as cinco regiões do país (Sudeste, Sul, Norte, Nordeste e Centro-Oeste). Há, ainda, uma amostra representativa das regiões metropolitanas de Rio, São Paulo e Belo Horizonte e dos macropolos da Baixada Santista e de Ribeirão Preto. A pesquisa foi feita por meio de entrevistas pessoais em pontos de fluxo populacional entre os dias 11 e 21 de outubro de 2021 e tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos para o total da amostra.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Anvisa determina recolhimento do remédio 'Losartana', usado para tratar hipertensão

Produtos devem ser retirados das farmácias em até 120 dias

Brasil

No dia da prisão, mulher de Ribeiro disse que ele 'estava sabendo' de operação

Calandrini menciona ainda outra conversa grampeada, entre Milton Ribeiro e a filha, em que o ex-ministro diz ter recebido um alerta do presidente Jair Bolsonaro (PL)

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software