X

SEGURANÇA

Prefeito de Porto Feliz anuncia novos investimentos para a Guarda Civil Municipal

Foram entregues tablets para serem usados nas viaturas; tecnologia possibilitará novos recursos para corporação, como pesquisas de veículos e pessoas nas abordagens

DA Reportagem

Publicado em 27/01/2023 às 11:08

Atualizado em 27/01/2023 às 11:35

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Os coletes anti-balísticos de aramida são os melhores que tem no mercado do nível de proteção / Divulgação/PMPF

O prefeito de Porto Feliz, Dr. Cássio, anunciou nesta quarta-feira (25) investimentos para a área de segurança da cidade, com a disponibilização de novos equipamentos para os agentes da Guarda Civil Municipal. São tablets para serem usados nas viaturas e também coletes balísticos para uso da Corporação.

No total, foram entregues 68 coletes anti-balísticos de aramida, que são os melhores que tem no mercado do nível de proteção. Já os tablets serão instalados em todas as viaturas da Guarda Civil Municipal, Coordenadoria de Serviços Viários, Defesa Civil e Resgate Municipal, e auxiliarão no atendimento de ocorrências.

Essa tecnologia possibilitará novos recursos para corporação, como pesquisas de veículos e pessoas nas abordagens, localização exata dos chamados, mapeamento e muito mais. Trazendo mais segurança, rapidez e assertividade no atendimento das ocorrências em nossa cidade.

Dr. Cássio comentou sobre a entrega dos novos equipamentos: "Esse é mais um importante investimento que implementamos na área de Segurança Pública do nosso município.".

E emendou: "Desde o início do nosso governo, estamos investindo na segurança de Porto Feliz, ampliamos a frota da Guarda Civil Municipal, implementamos a ROTAM (Rondas Táticas com Apoio de Motocicletas), inauguramos a C.S.I (Central de Segurança Integrada), retomamos as atividades do Canil Municipal e ROMU, entre outros.", disse o atual mandatário na Administração Municipal.

Nova delegacia

Ainda entre os investimentos em segurança, a Prefeitura entregou em dezembro a Nova Delegacia de Porto Feliz, marcando a finalização das obras do local e o início da mudança completa, com adaptação e colocação dos móveis. A entrega das chaves da delegacia foi realizada pelo prefeito da cidade, Dr. Cássio.

Obras tiveram início neste anoDelegacia foi entregue em dezembro. Foto: Divulgação/PMPF

A inauguração oficial da Nova Delegacia de Porto Feliz deve acontecer até o final de janeiro. 

O projeto de reforma e ampliação da delegacia foi uma solicitação da própria gestão municipal ao Governo do Estado e foi executado pela incorporadora JHSF, que é uma das maiores incorporadoras imobiliárias da América Latina.  

Na entrega, o prefeito Dr. Cássio comentou sobre a nova fase do projeto: "Agradeço mais uma vez ao José Auriemo Neto, da JHSF, por ter atendido ao nosso pedido para a realização dessa reforma, pois nossa atual Delegacia está em um imóvel locado pela Prefeitura desde 2018", completou.

A reforma da delegacia teve início neste ano e foi resultado de uma solicitação da Prefeitura de Porto Feliz ao Governo Estadual que resultou em uma parceria com a construtura JHSF. Em entrevista à Gazeta em outubro deste ano, o secretário municipal de Serviços Públicos, Lucas Aparecido Rodrigues, comentou sobre o acordo: "parcerias como a do prédio da Delegacia serão sempre bem-vindas, desde que beneficiem e tragam retorno para nosso povo".

No aniversário de 329 anos da cidade, comemorado no dia 13 de outubro, o prefeito de Porto Feliz, Dr. Cássio já havia adiantado à Reportagem que a finalização das obras aconteceria antes do fim deste ano. "A Delegacia reformada pela iniciativa privada a nosso pedido será entregue nas próximas semanas". Com o prazo cumprido, a Administração Municipal deve entregar a delegacia no início do ano.

 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CRIME DE TRÂNSITO

Motoristas pagam R$ 600 por dispositivo anti-multa

Golpe da folha magnética permite encobrir caracteres da placa do veículo

Licitação

Prefeitura de Cafelândia abre licitação de R$ 611 mil para pavimentação.

Critério de julgamento será de menor preço global; Abertura da sessão pública será dia 17 de junho, às 9h

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter