X

CAPITAL

Prefeitura dá início à construção da UPA Vila Maria Baixa a ser entregue em 2023

O prédio que abrigava pronto-socorro atendia 450 pessoas e com a UPA passará a atender cerca de 900 moradores da zona norte de São Paulo

Da Reportagem

Publicado em 11/05/2022 às 16:50

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O prefeito Ricardo Nunes assinou, nesta quarta (11), a ordem de serviço que dá início às obras de melhorias e adequações do prédio em que atualmente funciona o Pronto Socorro Municipal Vila Maria Baixa / Reprodução / Google Street View

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes assinou, nesta quarta-feira (11), a ordem de serviço que dá início às obras de melhorias e adequações do prédio em que atualmente funciona o Pronto Socorro Municipal Vila Maria Baixa. O local será transformado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vila Maria Baixa e a entrega do novo prédio está previsto para até maio do próximo ano.

“Estamos fazendo uma forte ação na área da saúde na Zona Norte onde, até 2017, não tinha nenhuma UPA e hoje já são cinco. Vamos construir mais cinco até o final de 2024 somente nesta região”, informou o prefeito.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Luiz Carlos Zamarco, a UPA da Vila Maria Baixa será construída com a reforma do Pronto Socorro.

"Para essa construção estamos com o apoio do Conselho Gestor e dos funcionários, que deram sugestões e vão enfrentar a reforma durante 12 meses de forma organizada. A Vila Maria cresceu muito nos últimos anos e esse PS é referência para 13 UBSs e três AMAs. Atende cerca de 450 pessoas por dia e a UPA fará em torno de 900 atendimentos diários. A área construída passará de 850 m² para quase 2.500m²”, explicou Zamarco.

A UPA que será gerenciada pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) terá seis leitos de urgência e emergência e outros 22 para pediatria e de observação em geral.

“Será um pulo de qualidade de atendimento à população de toda a região Norte da cidade”, completou o secretário.

A construção da unidade ocorre dentro do programa Avança Saúde SP, com recursos destinados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pelo Fundo Municipal. Ao todo, serão investidos para as obras R$ 8.108.718,67. Desse montante de investimento, 60% são provenientes do BID e 40% da Prefeitura.
O prefeito Ricardo Nunes destacou a responsabilidade de sua gestão em construir e manter aberta toda unidade de saúde.

“Há seis anos a cidade tinha apenas três UPAs e 20 hospitais. Agora já são 23 UPAs e 30 hospitais, além de mais 15 UPAs até 2024. Mas não adianta apenas construir, mesmo porque essa unidade terá um custo das obras de R$ 8 milhões, mais um custeio de R$ 4,5 milhões ao mês, ou seja, em apenas dois meses o valor para manter toda infraestrutura, equipamentos e pessoal será maior do que toda a construção. Fazer a construção é relativamente fácil, o mais difícil é ter uma gestão financeira para manter as unidades abertas”, disse Ricardo Nunes.

De acordo com o cronograma divulgado pelo prefeito, somente na Zona Norte as obras da UPA Jardim Peri e 21 de Junho terão início ainda em maio. A do Parque Anhanguera será nos próximos meses e a de Santana que deve iniciar em agosto. Com relação às UBSs, a construção no Jardim Antartica começa em maio e do Jardim Brasília, em outubro deste ano.

UPA.
A transformação de PS em UPA na Vila Maria Baixa permitirá a ampliação e a qualificação da assistência na região da Vila Maria/Vila Guilherme incorporando, além das especialidades existentes no PSM (clínica médica, cirurgia e pediatria), as especialidades de ortopedia, psiquiatria e odontologia, dobrando a capacidade de atendimento. A UPA contará com recepção, salas de triagem, consultórios, salas de isolamento, leitos de observação, leitos de urgência e emergência, sala de raio-X, sala de coleta laboratorial e sala de atendimento odontológico.

Para garantir a assistência à população durante as obras, os atendimentos de urgência e emergência do PSM, junto das equipes médica, de enfermagem, serviço social e administrativo, serão realizados no espaço da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Guilherme. A UBS Parque Novo Mundo I também contará com pronto atendimento para acolhimento e avaliação segundo o grau de risco, com a possibilidade de transferir casos de maior gravidade. A UPA Vila Maria Baixa funcionará no prédio do atual PSM Vila Maria Baixa, localizado na praça Engenheiro Hugo Brandi, 15, no bairro Parque Novo Mundo.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nasceu em julho ou agosto?

Caixa libera abono do PIS/PASEP para trabalhadores nascidos em julho e agosto

Governo deve liberar R$ 4,5 bilhões para os benefícios, sendo R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 613 milhões para o PASEP

Delação Premiada

Caso Marielle: STF julga esta terça denúncia dos mandantes envolvidos no crime

Ministros vão decidir se os suspeitos se tornarão réus por homicídio e organização criminosa; acusados estão presos desde março

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter