Publicidade

X
ALTA NOS CASOS DE COVID-19

Prefeitura de SP amplia número de leitos para atendimento de doenças respiratórias

Hospital Municipal da Brasilândia passa a ter 50 novos leitos; a taxa de ocupação de leitos Covid-19 na rede municipal é de 70%

Publicidade

Nesta segunda (13), foram abertos 50 novos leitos voltados para o atendimento de doenças respiratórias no Hospital Municipal da Brasilândia / Divulgação

A Secretaria Municipal da Saúde decidiu na manhã desta segunda-feira (13) ampliar o número de leitos para pacientes com problemas respiratórios. A decisão foi tomada por conta do aumento do número de casos e internações por Covid-19. 


De acordo com a pasta, nesta segunda (13), foram abertos 50 novos leitos voltados para o atendimento de doenças respiratórias no Hospital Municipal da Brasilândia, na zona norte da Capital.

Leia Também

• Resultado positivo em teste de Covid em farmácias é 11 vezes maior que abril


Dados 


Segundo dados da gestão municipal, a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19 está em 84% no Hospital Municipal (HM) Brasilândia, e em 86% no HM Profª Lydia Storópoli.
A taxa de ocupação de leitos Covid-19 na rede municipal é de 70% para UTI e de 61% para enfermaria. O texto conta com informações do “G1”. 

Alerta


Em São Paulo, o número de novas internações por Covid-19 no estado de São Paulo aumentou 60% nas últimas duas semanas, segundo dados da Secretaria da Saúde.


Apesar do crescimento, a média móvel atual ainda é muito inferior à verificada no pico da pandemia, em março de 2021, e também no ápice deste ano, verificado no final de janeiro.

No final do mês passado, o comitê de saúde do governo de SP voltou a recomendar uso de máscara em locais fechados.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Nicolas Vlavianos, que criou esculturas no Arouche e na Sé, morre aos 93 anos

Segundo sua filha, Myrine Vlavianos, o artista passou os últimos seis meses entre idas e vindas do hospital

Saúde

Anvisa determina recolhimento do remédio 'Losartana', usado para tratar hipertensão

Produtos devem ser retirados das farmácias em até 120 dias

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software