X

DADOS DE 2022

Roubos e furtos na região da cracolândia aumentaram no último ano

Roubos cresceram 66% e os furtos subiram em 45% no último ano nessa região

Da Reportagem

Publicado em 30/01/2023 às 12:10

Atualizado em 30/01/2023 às 12:32

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Os números são superiores aos contabilizados na Capital com 140.864 roubos (+9,5%) e 236.145 furtos (+25,7%) / Arquivo pessoal

Em 2022, 43 furtos e 25 roubos ocorreram por dia na região da cracolândia, no centro de São Paulo. Os dados são do 77° Distrito Policial, da Santa Cecília, e no 3° Distrito Policial, de Campos Elíseos, que atendem a área, e foram divulgados pela SSP (Secretaria de Segurança Pública).

Roubos cresceram 66% e os furtos subiram em 45% no último ano nessa região. Os números são superiores aos contabilizados na Capital com 140.864 roubos (+9,5%) e 236.145 furtos (+25,7%).

A flexibilização das medidas sanitárias de enfrentamento à pandemia, o retorno das atividades no comércio e o desfalque no número de agentes de segurança são algumas das razões do aumento de crimes contra o patrimônio.

Em 2021, a SSP registrou 5.593 roubos e 10.836 furtos na região da cracolândia. No ano seguinte, os números aumentaram de forma expressiva para 9.292 e 15.806, respectivamente.

Além das ações policiais, os especialistas dizem que a flexibilização das medidas sanitárias e a retomada das atividades comerciais no centro de São Paulo influenciaram esse cenário. Com mais pessoas circulando nas ruas, mais vítimas estão suscetíveis à criminalidade.  

Outro problema indicado por Alan Fernandes, membro do FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública), é o desfalque no efetivo policial. "O número vem caindo paulatinamente, e está chegando a níveis baixos. Nos últimos anos, a procura pela carreira de policial tem sido menor. Mesmo quando as vagas não estão disponíveis, não conseguem atrair o público."

Pacote de medidas

O Governo de São Paulo e a prefeitura da Capital lançaram na terça-feira (24) um novo pacote de medidas a ser implantado na cracolândia em mais uma tentativa de acabar com o fluxo de usuários de drogas e de traficantes na região.

Na área da segurança, serão instaladas 500 câmeras com inteligência artificial pelo centro, e o mesmo número de policiais atuará em operação delegada - um reforço do policiamento com agentes voluntários durante suas folgas.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

LITORAL FLUMINENSE

Surfista de Guarujá conquista etapa nacional em Saquarema

O atleta entrou no torneio durante o tratamento de uma torção de joelho, e mesmo assim garantiu a primeira colocação

loterias

Mega-Sena acumula em R$ 80 milhões; Especialista dá dicas para ganhar

O especialista separou algumas dezenas com mais chances de sair no próximo sorteio; veja

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter