Publicidade

X

Estado

Santos registra 1º caso de sarampo autóctone

A doença foi detectada em amostras analisadas pelo Instituto Adolfo Lutz

Bruno Hoffmann

Publicado em 28/03/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A paciente, uma menina de 4 anos, não teve contato direto com o surto detectado em navio / / Marco Silva/Futura Press/Folhapress

A Secretaria Municipal de Saúde de Santos confirmou na terça-feira o primeiro caso autóctone de sarampo na cidade do litoral do Estado de São Paulo. A paciente, uma menina de 4 anos, não teve contato direto com o surto detectado no navio MSC Seaview, no qual um passageiro e uma servidora municipal que participou da investigação epidemiológica contraíram sarampo.

Conforme a pasta municipal, a doença foi detectada em amostras analisadas pelo Instituto Adolfo Lutz, laboratório de referência do governo estadual. A menina é moradora do bairro do Macuco e tinha sido vacinada contra o sarampo. Ela começou a manifestar os sintomas clássicos da doença - febre, tosse, conjuntivite, coriza e manchas vermelhas - a partir do dia 26 de fevereiro.

O caso foi notificado pela unidade de saúde particular em que a criança foi atendida. A paciente não precisou de internação hospitalar e ficou em isolamento social, sem ir à escola no período da transmissão. Conforme a secretaria, após a suspeita da doença, foi feito o bloqueio do caso junto aos familiares
mais próximos.

Nesta terça-feira, seguindo os protocolos de vigilância, foi feita a vacinação no entorno da residência da menina e na Escola Municipal Olívia Fernandes, onde ela estuda. A campanha contra o sarampo também foi ampliada na cidade. Além do público-alvo de 15 a 29 anos, as pessoas das demais faixas etárias podem reforçar a vacinação, independentemente do número de doses já tomado.

De acordo com o calendário do Ministério da Saúde, a primeira dose da vacina contra o sarampo é aplicada aos primeiros 12 meses e a segunda, de reforço, aos 15 meses. Dados da pasta municipal mostram que este ano já foram aplicadas quase 60 mil doses de vacina em Santos, número 123% maior que em todo o ano passado. Do total, 38 mil se destinaram a jovens e adultos na faixa de 15 a 29 anos.
(EC)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Direitos Humanos

'Inconcebível', diz Alckmin sobre ataques contra civis em Gaza

Assim como Lula, vice-presidente fez apelo à comunidade internacional

Política

Lula se reúne com Maduro para tratar de eleições na Venezuela no segundo semestre

Palácio do Planalto informou que questão de Essequibo não foi tratada

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter