Publicidade

X
VARÍOLA DOS MACACOS

SP treinou equipes para diagnosticar varíola dos macacos, diz Uip

Em entrevista à CNN, nesta sexta (5), o secretário da Saúde de SP, David Uip, afirmou que os profissionais foram capacitados para o diagnóstico da doença

Publicidade

O Secretário David Uip, afirmou em entrevista que os profissionais de saúde estão capacitados para realizar o diagnóstico da variola dos macacos / Sergio Andrade/Governo do Estado de São Paulo

Em entrevista à CNN, nesta sexta-feira (5), o secretário de Ciência, Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde de São Paulo, David Uip, afirmou que profissionais da saúde foram capacitados para o diagnóstico da doença da variola dos macacos, que tem como características principais lesões de pele na forma de espinhas e bolhas.

“Nós temos um ótimo entrosamento com os municípios. Há toda uma tratativa de treinar os profissionais da ponta, das unidades básicas de saúde, das unidades familiares. Com esse entrosamento municipal, as nossas vigilâncias epidemiológicas tanto estadual como municipais planejam e treinam, ocorreram quatro treinamentos, justamente na porta de entrada desse doente”, disse Uip.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil já registra 1.860 casos confirmados de varíola dos macacos.

Veja o índice por estados do sudeste:

São Paulo (1.404); Rio de Janeiro (200); Minas Gerais (75); Espírito Santo (5).

Demais estados:

Goiás (38), Distrito Federal (37), Paraná (36), Rio Grande do Sul (18), Bahia (12), Pernambuco (7), Santa Catarina (7), Mato Grosso do Sul (5), Ceará (4), Rio Grande do Norte (4), Amazonas (3), Tocantins (1), Acre (1), Pará (1), Paraíba (1), e Piauí (1).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

MESMO COM JORNADA REDUZIDA

STF proíbe que servidor ganhe menos de um salário mínimo

Recurso analisado pelo Supremo foi apresentado por quatro servidoras gaúchas que cumprem jornada de 20 horas semanais

EM OUTUBRO

Decisão de voto na eleição de 2022 deve levar crianças em consideração, aponta portal

De acordo com o Artigo 227 da Constituição de 1988, as crianças devem ser prioridade absoluta em todas as decisões, programas e políticas públicas

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software