Publicidade

X
CAMPANHA AGOSTO LILÁS

Taboão da Serra começa agosto com campanha de combate à violência contra as mulheres

Objetivo é incentivar população a denunciar situações de violência contra as mulheres, principalmente no âmbito doméstico e familiar

Publicidade

Campanha da Prefeitura de Taboão da Serra incentiva população a denunciar situações de violência contra a mulher / Eduardo Toledo

Neste mês de agosto, a Prefeitura de Taboão da Serra e a Coordenadoria dos Direitos da Mulher realizam a campanha Agosto Lilás, que tem como o objetivo combater a violência contra as mulheres, principalmente no âmbito doméstico e familiar.

Por meio de postagem nas redes sociais, faixas e cartazes, será trabalhado o tema “Quando você denúncia, a história é outra!”, para lembrar que todos devem denunciar situações de violência contra a mulher.

A Agosto Lilás foi criada em referência à sanção da Lei Federal Nº 11.340, 07 de agosto de 2006, conhecida como Lei Maria da Penha.

“A Lei Maria da Penha foi um divisor de águas para as mulheres que são vítimas de violência em nosso país. Com a sanção, foram criados mecanismos para coibir e prevenir esse tipo de situação. A partir dela a sociedade passou a entender que violência contra mulher é algo extremamente sério e que em briga de marido e mulher tem que meter a colher sim”, explicou a coordenadora dos Direitos da Mulher de Taboão da Serra, Gisele Luiza Teles Almeida Moraes.

A coordenadora reforça que a participação de toda a sociedade é essencial para evitar que mulheres sejam vítimas. “O combate à violência contra a mulher depende de todos. Às vezes, as vítimas estão impedidas de pedir socorro, mas outras pessoas podem fazer isso por elas, inclusive de forma anônima. Precisamos sempre lembrar que não podemos ser espectadores, nosso silêncio pode matar, mas uma atitude simples, como um telefonema para denunciar, pode salvar”, completou Gisele.

Onde denunciar?

Caso presencie alguma mulher sendo vítima de violência, entre em contato imediatamente com a Guarda Civil Municipal pelo telefone 153 ou com a Polícia Militar pelo 190 e peça ajuda por ela. Para denúncias, existe ainda o telefone 180, número da Central de Atendimento à Mulher do Governo Federal.

A Coordenadoria dos Direitos da Mulher de Taboão da Serra oferece atendimento às vítimas de violência através de orientação social, terapias, acompanhamento de processos e encaminhamentos para a Rede de Atendimento, o que possibilita a superação da violência. De janeiro à julho deste ano a Coordenadoria Serra atendeu 628 casos.

Os atendimentos e orientações podem ser presenciais, na Estrada das Olarias, 670, Jardim Triângulo (mesmo prédio que o SER - Serviço Especializado de Reabilitação) ou através do WhatsApp (11) 95674-4165. Todas as taboanenses podem salvar esse contato no celular e solicitar orientações quando precisarem.

Conheça os principais tipos de violência

• Violência contra a mulher – É caracterizada por qualquer conduta, ação ou omissão que cause limitação, sofrimento físico, psicológico, social, dano material ou morte de uma mulher.
• Violência de Gênero – É a violência cometida contra a mulher cometida pelo simples fato de ser mulher.
• Violência Doméstica – Ocorre no ambiente doméstico ou em qualquer relação de familiaridade e afetividade.
• Violência Familiar – É a violência cometida entre os membros de uma família, entre pessoas com grau de parentesco ou vínculos de afinidade e afetividade.
• Violência Física – Qualquer ação ou omissão que cause dano à integridade física de alguém.
• Violência Moral – Ofensas pessoais que atinge a honra, o caráter e a idoneidade da pessoa.
• Violência Psicológica – Conduta não física por parte do agressor: rejeição, depreciação, indiferença, discriminação, desrespeito, punições, ameaças.
• Violência Sexual – Nesta ação, o agressor obriga a mulher a praticar atos sexuais contra a própria vontade, na maioria das vezes, utilizando-se de força física.
• Violência Patrimonial – Quando o agressor estraga, destrói ou esconde objetos pessoais ou de trabalho, documentos, entre outros.

Serviço

Guarda Civil Municipal (GCM): 153 (24h)
Polícia Militar: 190 (24h)
Central de Atendimento à Mulher: 180 (24h)

Coordenadoria dos Direitos da Mulher de Taboão da Serra
Estrada das Olarias, 670, Jd. Triângulo
Telefone: (11) 4787-3923
De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
[email protected]
Instagram: www.instagram.com/coordamulherts/

Delegacia de Defesa da Mulher de Taboão da Serra
Estrada das Olarias, 670-G, Jd. Triângulo
Telefone: (11) 4138-3409 / 4685-4268
De segunda a sexta-feira, das 9h às 19h

Conselho Tutelar de Taboão da Serra
Avenida Doutor José Maciel, 273, Jd. Maria Rosa
Telefone: (11) 4701-1618
De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
[email protected]
 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Democracia

Fachin defende urnas e se opõe às fake news em mensagem para mobilização de 11 de agosto

Declarações do presidente do TSE foram feitas em meio a insinuações golpistas e ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral

Monkeypox

Varíola dos macacos: Anvisa analisa pedidos para diagnóstico da doença

Segundo a agência, os dois primeiros produtos foram Viasure Monkeypox Virus Real Time PCR Detection Kit, fabricado na Espanha pela empresa CerTest Biotec

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software