Publicidade

X
Estado

Travessias Litorâneas não terão tarifas reajustadas pelo quarto ano consecutivo

Governo de SP mantém investimentos constantes nas travessias, garantindo mais agilidade e confiabilidade

Publicidade

Reajuste era aplicado tradicionalmente nos meses de julho / Divulgação PMI

Pelo quarto ano consecutivo, as tarifas das Travessias Litorâneas do Estado de São Paulo não serão reajustadas. A medida foi adotada pela Secretaria de Logística e Transportes (SLT) e vai beneficiar os 20 mil usuários (pedestres, ciclistas e veículos) que utilizam o sistema diariamente.

O reajuste era aplicado tradicionalmente nos meses de julho. No entanto, desde 2019, esse aumento não é aplicado. Ainda assim, o Departamento Hidroviário mantém investimentos constantes nas Travessias Litorâneas, que permitiram uma melhora significativa em todo o sistema e um atendimento mais ágil aos usuários.

O programa de reforma e modernização do sistema, iniciado há 3 anos, implantou uma manutenção mais ágil, comprou novos motores e foi responsável pela entrega de doze embarcações. No mês de junho, o DH colocou em operação a lancha Paicará, que foi totalmente reformada e ampliou em 60% a capacidade de operação na travessia Santos/Vicente de Carvalho. Maior embarcação do sistema, ela tem capacidade de transportar 728 pedestres e ciclistas.

Recentemente, no lado de Santos, duas importantes obras para a travessia Santos/Guarujá foram entregues: uma nova ponte e a reforma do flutuante, resultado de um investimento de R$ 1,8 milhão. Já do lado Guarujá, também foram concluídos um novo píer, dois novos atracadores e uma nova rampa de acesso à balsa.

"O Governo de SP tem investido muito e, em todo o período, não reajustou o valor da tarifa. São ações que estão trazendo resultados na prática. A realidade das travessias hoje é bem diferente do que a que encontramos há três anos", afirma João Octaviano Machado Neto, secretário estadual de Logística e Transportes.

TRAVESSIAS LITORÂNEAS:

-- Santos/Guarujá

-- Bertioga/Guarujá

-- São Sebastião/Ilhabela

-- Iguape/Juréia

-- Cananéia/Ilha Comprida

-- Cananéia/Continente

-- Santos/Vicente de Carvalho

-- Cananéia/Ariri

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Democracia

Fachin defende urnas e se opõe às fake news em mensagem para mobilização de 11 de agosto

Declarações do presidente do TSE foram feitas em meio a insinuações golpistas e ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral

Monkeypox

Varíola dos macacos: Anvisa analisa pedidos para diagnóstico da doença

Segundo a agência, os dois primeiros produtos foram Viasure Monkeypox Virus Real Time PCR Detection Kit, fabricado na Espanha pela empresa CerTest Biotec

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software