Publicidade

X
REVISÃO

Uso obrigatório de máscara pode ser mantido em SP mesmo após o dia 11, diz Doria

O governador planejava tornar flexível o uso do equipamento a partir do mês que vem, mas solicitou novo estudo científico devido casos da variante ômicron no Estado

Publicidade

João Doria solicitou ao Comitê Científico do governo do Estado uma nova avaliação sobre a necessidade do uso de máscaras / /Divulgação/Governo de SP

O governador de São Paulo, João Doria, solicitou ao Comitê Científico do Governo do Estado uma nova avaliação sobre a necessidade do uso de máscaras em ambientes abertos, após a confirmação de dois casos em São Paulo (um casal vindo da África) com a variante Ômicron do coronavírus.

O parecer deve ficar pronto na próxima semana, após reunião do grupo formado por médicos. No último dia 24, o governo de São Paulo anunciou a flexibilização do uso de máscaras em áreas abertas, a partir de 11 de dezembro.

“O nosso parâmetro sempre foi o cenário epidemiológico em São Paulo. E, por isso, precisamos saber o impacto da nova variante com a flexibilização do uso de máscaras em espaços abertos. É necessário ter cautela e avaliar esse novo elemento”, disse Doria.

A flexibilização do uso de máscaras em espaços abertos foi anunciada após orientação do Comitê Científico do Estado e em dados positivos de avanço da vacinação e do cenário epidemiológico. O uso das máscaras continuará obrigatório em ambientes fechados e no transporte público.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Turismo

5 curiosidades da Ilha de Fernando de Noronha que você não sabia

As praias mais bonitas do mundo, no Nordeste do Brasil, escondem curiosidades que ninguém imagina

Saúde

Tratamento para casos graves de AVC deve chegar ao SUS até o fim do ano

O anúncio ocorreu no Global Stroke Alliance, evento em São Paulo que reúne políticos e especialistas nacionais e internacionais para discutir o AVC

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software