X

CONTRA A COVID

Vacina: 1,3 milhão recebem a bivalente no estado de SP; veja quem pode

Número representa 17% do público-alvo, que é de 7.975.409; veja quem pode se vacinar neste momento

PATRÍCIA PASQUINI - Folhapress

Publicado em 13/03/2023 às 18:45

Atualizado em 14/03/2023 às 00:07

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Vacinação contra a Covid / Divulgação/PMTS

O estado de São Paulo vacinou até o momento 1.371.367 de pessoas com a dose da Pfizer bivalente. O número representa 17% do público-alvo, que é de 7.975.409.

Nesta fase, estão elegíveis pessoas acima de 60 anos, indivíduos vivendo em instituições de longa permanência a partir de 12 anos –abrigados e trabalhadores–, imunocomprometidos e moradores de comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas.

Na capital paulista, até a última sexta (10), 500.166 pessoas tomaram a Pfizer bivalente, o equivalente a 26% do público-alvo, que é de 1.911.591 paulistanos.

Gestantes e puérperas estarão no próximo grupo prioritário que receberá a bivalente, a partir de 20 de março, segundo prevê o calendário do Ministério da Saúde. Até lá, na capital paulista, elas –e trabalhadores da saúde– podem se inscrever para as doses remanescentes. Basta ir até a unidade de referência com comprovante de endereço.

Para se vacinar é preciso estar com o esquema básico completo ou ter recebido uma ou duas doses de reforço, respeitando o intervalo de quatro meses desde a última vacina aplicada.

As vacinas bivalentes utilizam a cepa original do coronavírus, identificada primeiro em Wuhan, e cepas diferentes da variante ômicron. Essa versão atualizada se mostrou mais eficaz no cenário atual da pandemia, em que sublinhagens da ômicron são a principal causa de infecções.

Nos estudos clínicos e nas análises de uso em vida real das bivalentes, não foram encontrados riscos associados a receber o reforço bivalente que pudessem contraindicar a sua aplicação.

Também não há contraindicação de receber a vacina da Covid em conjunto com outros imunizantes, como o da gripe.

Na cidade de São Paulo, a vacinação contra a Covid-19 ocorre nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e nas AMAs (Assistências Médicas Ambulatoriais)/UBSs Integradas, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados, nas AMAs/UBSs integradas, também das 7h às 19h.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Reforma no interior

Prefeitura de Nova Europa abre licitação de R$ 360 mil para reforma de escola municipal

Início de recebimento das propostas será a partir do dia 18 de junho e da disputa de preço será dia 2 de julho

Vôlei Feminino

Veja onde assistir Brasil x Japão pela semifinal da Liga das Nações

A disputa é uma prévia das Olimpíadas de Paris 2024

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter