Publicidade

X
VIOLÊNCIA E SEGURANÇA

Vale do Paraíba concentra quatro das seis cidades com maior taxa de homicídios e SP

A Secretaria de Segurança Pública divulgou dados sobre o cenário de criminalidade na Região

Publicidade

Violência / Divulgação/Pixabay

A região do Grande Vale tem o maior número de casos de homicídio do interior paulista. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, estão abrigadas no território quatro das seis cidades paulistas com a maior taxa de vítimas de homicídio por 100 mil habitantes – 66% do total.

Um levantamento feito pelo portal "O VALE" listou 80 cidades paulistas com mais de 100 mil habitantes segundo dados sobre violência. O indicador leva em conta o número de pessoas mortas em homicídio doloso de junho de 2021 a maio deste ano.

Leia Também

• Violência: 20% dos mortos pela polícia em SP são crianças e adolescentes

No Litoral, a cidade de Caraguatatuba manteve a liderança do ranking paulista com a maior taxa de vítimas de homicídio por 100 mil habitantes, com 25,08. Pindamonhangaba aparece na segunda colocação, com 22,83 vítimas de homicídio por 100 mil.

Já no interior paulista, a cidade de Rio Claro, na região de Piracicaba, é a terceira colocada do ranking com índice de 19,04.

No ranking estadual, Guaratinguetá também manteve a quarta posição, com taxa de 18,17, seguida de Araçatuba (16,85). O ‘top 6’ do estado é fechado com Taubaté, que tem taxa de 13,79.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), regiões com taxa acima de 10 vítimas por 100 mil habitantes podem ser consideradas em “zona epidêmica” para a violência. Treze cidades do estado estão nessa situação, incluindo os quatro municípios do Vale do Paraíba.

Situação melhor

Ainda sobre a região do Vale, Jacareí, que já esteve entre as 15 cidades mais violentas de São Paulo, teve melhoria do cenário de segurança e caiu para a 23ª posição, com taxa de 7,76, a maior queda percentual entre os municípios avaliados.

São José dos Campos é a cidade da Região Metropolitana do Vale na melhor colocação do ranking estadual, aparecendo na 30ª posição com taxa de 6,86 vítimas de homicídio por 100 mil moradores.

Fazendo uma comparação com todo o Estado, as quatro cidades do Vale no topo do ranking apresentam taxa maior que o dobro do índice estadual, de 6,27. A taxa no Vale é 15,02 e também fica acima daquela atribuída ao interior  paulista (7,29).

Além de apresentarem resultado pior em comparação com o índice estadual, quatro das seis cidades do Vale no ranking aumentaram a taxa na comparação com 2021. O indicador subiu 3,4% em Caraguatatuba e 22,6% em Pindamonhangaba. Em São José dos Campos, a taxa subiu 4,26% e cresceu 29,4% em Guaratinguetá. Nas outras, o índice reduziu: Jacareí (-21%), Taubaté (-10,4%) e Guaratinguetá (-5,84%).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

EM OUTUBRO

Decisão de voto na eleição de 2022 deve levar crianças em consideração, aponta portal

De acordo com o Artigo 227 da Constituição de 1988, as crianças devem ser prioridade absoluta em todas as decisões, programas e políticas públicas

Investigação

Corpo é encontrado dentro da Arena Multiuso em Taboão da Serra

A Polícia vai investigar a informação de que o homem teria morrido eletrocutado ao tentar furtar fios do local

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software