X

NA ZONA LESTE DE SP

Veja vídeo da batida de Porsche em Sandero que deixou um morto em SP

O motorista do Sandero, identificado como Orlando da Silva Viana, morreu após o impacto da batida; motorista de carro de luxo é considerado foragido

Matheus Herbert

Publicado em 01/04/2024 às 17:52

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Um vídeo gravado por câmeras de segurança mostra o momento exato em que o Porsche Carrera conduzido por um universitário bate na traseira do Renault Sandero guiado por um motorista de aplicativo / Reprodução/Tv Globo

Um vídeo gravado por câmeras de segurança mostra o momento exato em que o Porsche Carrera conduzido por um universitário bate na traseira do Renault Sandero guiado por um motorista de aplicativo. O motorista do Sandero, identificado como Orlando da Silva Viana, morreu após o impacto.  

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

O caso ocorreu na madrugada deste domingo (31) na Avenida Salim Farah Maluf, na zona leste de São Paulo. O condutor do carro de luxo foi identificado como Fernando Sastre de Andrade Filho. Ele se apresentou à polícia por volta das 16h desta segunda-feira (1º). 

Nas imagens das câmeras mostram o veículo de luxo em alta velocidade. O limite de velocidade para a via é de 50 km/h. Confira vídeo abaixo: 

Agora, a Polícia Civil vai analisar as imagens para determinar qual foi a velocidade do Porsche no momento da colisão com o Sandero. O laudo pericial irá informar se o carro de luxo estava com velocidade acima do limite para o trecho. O texto conta com informações do "G1". 

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Orlando foi socorrido por uma ambulância dos Bombeiros e levado com parada cardiorrespiratória ao Hospital Municipal do Tatuapé, onde não resistiu e morreu. O motorista tinha 52 anos e estava sozinho no veículo. 

De acordo com o boletim de ocorrência, a mãe de Fernando, Daniela Cristina de Medeiros Andrade, disse aos policiais militares que atenderam o caso que iria levar seu filho para o Hospital São Luiz no Ibirapuera, na zona sul da Capital, porque ele tinha se ferido no impacto. 

Mas quando os policiais militares foram ao hospital particular para ouvir a versão do motorista do Porsche e fazer o teste do bafômetro nele, para saber se ele dirigia sob efeito de bebida alcóolica, não o encontraram. A mulher que o levou também não estava no local.

Diante do fato, a Polícia Civil considerou que Fernando fugiu. Por esse motivo, registrou o caso como homicídio culposo (sem intenção de matar) e lesão corporal culposa (não intencional) na direção de veículo automotor e fuga do local do acidente. A investigação está sendo feita pelo 30º Distrito Policial (DP), Tatuapé.
 

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

NO MINISTÉRIO PÚBLICO

Boulos pede investigação contra Nunes por empresas ligadas ao crime organizado

Pré-candidato do PSOL diz ao Ministério Público que atual gestão municipal se mostrou impotente 'para fazer frente a essa situação degradante'; entenda

PREVISÃO NO ESTADO DE SP

Temperatura volta a ficar instável em São Paulo nos próximos dias; confira

As instabilidades se afastam da região e o ar frio e seco de origem polar ganha força, o que vai garantir o tempo estável na Grande SP

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter