X

Estado

Vento derruba torre de energia e deixa 15 mil sem luz na Grande SP

Apesar da ventania, chovia fraco no momento no local, ao contrário de outras cidades da Grande São Paulo

FÁBIO PESCARINI - Folhapress

Publicado em 18/01/2024 às 23:21

Atualizado em 19/01/2024 às 10:55

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Apesar da ventania, chovia fraco no momento no local, ao contrário de outras cidades da Grande São Paulo / Agência Brasil

O vento derrubou uma torre de transmissão de energia na tarde desta quinta-feira (18) em Cajamar, na região metropolitana de São Paulo.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Segundo a Defesa Civil estadual, rajadas de vento alcançaram 48 km/h por volta das 15h na região de Cajamar.

Apesar da ventania, chovia fraco no momento no local, ao contrário de outras cidades da Grande São Paulo.

De acordo com a concessionária Enel, o vento derrubou eucaliptos de grande porte sobre uma linha de alta tensão da distribuidora, destruindo uma de suas torres e impactando o fornecimento de energia elétrica.

Aproximadamente 15 mil imóveis da região estavam sem luz por volta das 21h30 desta quinta, por causa do acidente.

Ao menos seis bairros de Cajamar e um de Pirapora do Bom Jesus, cidade vizinha, ficaram sem energia.

Em nota, a Enel disse ter realizado manobras remotas na rede e restabeleceu a energia para a maioria dos clientes afetados.

Ainda durante a tarde, a Enel afirmou ter feito voo uma inspeção aérea de helicóptero na linha para identificar o trecho danificado.

"Como o local é cercado por vegetação intensa e de difícil acesso, o trabalho de reconstrução da linha é complexo e pode levar mais tempo para restabelecer a energia para os cerca de 14,7 mil clientes da região que estão sem luz", diz a concessionária em nota.

"Enquanto as equipes da distribuidora atuam para reconstruir o trecho da rede danificado, serão disponibilizados geradores para atender hospitais na localidade", afirma outro trecho do texto.

Choveu forte em parte da Grande São Paulo a partir do meio da tarde desta quinta. A capital paulista, por exemplo, ficou em estado de atenção por causa da chuva até às 15h45, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência), da prefeitura paulistana.

Por causa da chuva, o Corpo de Bombeiros afirmou ter recebido 49 chamados para queda de árvores na região metropolitana, principalmente na zona leste da cidade de São Paulo, nas regiões da Vila Curuçá, Itaim Paulista e Jardim Helena.

Em Osasco, também na Grande São Paulo, uma mulher teve fratura em uma das pernas, após a queda de uma árvore, de acordo com a Defesa Civil estadual.

Por volta das 22h, voltou a chover na capital paulista, atingindo a zona sul do município.

Na semana passada, quatro pessoas morreram por causa das chuvas em São Paulo. A cidade entrou em estado de atenção por cinco dias seguidos.

A Defesa Civil emitiu um alerta para grandes volumes de chuva na região metropolitana entre esta sexta-feira (19) e domingo (21) A previsão é que o acumulado chegue a 150 mm.

De acordo com a Climatempo Meteorologia, uma área de baixa pressão próxima ao Sudeste é responsável por uma frente fria que vai se deslocar em direção ao Rio de Janeiro nos próximos dias, passando por São Paulo.

Na capital paulista a temperatura deverá ficar mais amena no fim de semana, com máximas previstas de 28ºC no sábado, e de 25ºC, no domingo.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Leilão de veículos

Detran-SP realiza leilão online com lances a partir de R$ 2 mil

Carros conservados e sucatas disponíveis; visite e faça seu pré-lance em julho

Licitação

Prefeitura de Capivari abre licitação de R$ 807 mil para recapear ruas

Obras serão destinadas às ruas Vitório Gatti e Américo Forti, no bairro Porto Alegre; prazo de entrega da obra é de até 3 meses

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter