X

O REI DAS PADARIAS

Vereadores de Santos votam se pão de cará é patrimônio da cidade nesta terça

Projeto de lei quer tornar o pão de cará em patrimônio cultural e imaterial da cidade de Santos

Da Reportagem

Publicado em 16/05/2022 às 19:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O Pão de Cará poderá ser oficializado como patrimônio santista / Nair Bueno / Diário do Litoral

Existem muitas práticas, iguarias e curiosidades que só existem na cidade de Santos e no momento em que um destes patrimônios começa a cruzar as fronteiras do município os vereadores santistas debatem na Casa de Leis a possibilidade de tornar o irresistível pão de cará em patrimônio cultural e imaterial do município símbolo da Baixada Santista.

O debate é fruto do Projeto de Lei 22/2022, de autoria de Benedito Furtado. O texto já foi discutido e votado de maneira positiva na primeira discussão, que ocorreu na 27ª sessão ordinária, ocorrida na última quinta-feira (12), mas o material voltará a debate na próxima terça-feira (17), quando será realizada a segunda e última discussão.

“Quando eu apresentei o projetinho do pão de cará não apresentei porque eu quisesse, duas pessoas que me pediram, uma delas foi quem faz o melhor pão de cara de Santos, e aqui eu tenho como testemunha o vereador Sérgio Santana, que é um companheiro nosso. Não vou nem citar nomes para os outros não ficarem com ciúmes, mas fica ali perto da Rua Almirante Tamandaré numa padaria que ainda faz o pão em forno à lenha, eu acho que a única que ainda faz em forno a lenha, mas eu queria dizer o seguinte: o pão de cará de Santos, hoje, quantas são as famílias que vêm de São Paulo, vêm do interior, e até de fora do Estado, e se deparam ao tomar um café aqui com o pão de cará e acaba, não só gostando como pedindo via correio, as pessoas levam para São Paulo, levam para o interior, levam para todos os lugares fora da cidade de Santos”, afirmou Benedito na primeira discussão.

O parlamentar ainda criticou quem não compreende a importância da tramitação de projetos culturais na Câmara dos Vereadores de qualquer cidade e o pão de cará se tornou merecedor de tal honraria.

“É uma iguaria santista que está se espalhando pelo Brasil. Como é feito, do que é feito, isso pouco importa. Hoje o pão de cará faz parte [da rotina], eu, por exemplo, compro todos os dias. Cada região brasileira tem uma cultura diferente tem seus pratos diferentes e valorizam”, conclui.

O projeto de lei, caso aprovado novamente pelos vereadores nesta terça-feira, ainda deverá ser enviado ao prefeito Rogério Santos nas semanas seguintes, que deverá dar sanção ou veto ao texto. A sessão ordinária poderá ser acompanhada pelas redes sociais como Facebook e Youtube da Câmara dos Vereadores.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nasceu em julho ou agosto?

Caixa libera abono do PIS/PASEP para trabalhadores nascidos em julho e agosto

Governo deve liberar R$ 4,5 bilhões para os benefícios, sendo R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 613 milhões para o PASEP

Delação Premiada

Caso Marielle: STF julga esta terça denúncia dos mandantes envolvidos no crime

Ministros vão decidir se os suspeitos se tornarão réus por homicídio e organização criminosa; acusados estão presos desde março

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter