X

CULTURA

Virada Cultural anuncia Melim, Baco Exu do Blues e Turma do Pagode como novas atrações

Apresentações ocorrem entre os dias 27 e 28 em palcos espalhados pela cidade de São Paulo

VITÓRIA MACEDO - Folhapress

Publicado em 23/05/2023 às 12:38

Atualizado em 23/05/2023 às 13:19

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O trio Melim fará show no Butantã, região oeste, no palco da avenida Eliseu de Almeida no domingo (28), às 16h / REPRODUÇÃO

A Virada Cultural 2023 acontece neste final de semana, nos dias 27 e 28, e a programação segue sendo complementada aos poucos. Novos artistas que se apresentarão em palcos espalhados pela cidade de São Paulo foram anunciados nesta terça-feira (23).

Um deles é o trio Melim, que fará show no Butantã, região oeste, no palco da avenida Eliseu de Almeida no domingo (28), às 16h. A banda composta por três irmãos começou a fazer sucesso com covers na internet e agora acumula hits como "Meu Abrigo" e "Gelo".

O rapper Baco Exu do Blues abre a programação do palco de Itaquera, região leste, localizado na avenida Nagib Farah Maluf no sábado (27), às 17h. Entre os maiores sucessos do cantor estão "Me Desculpa Jay-Z" e "Hotel Caro", parceria com a cantora Luísa Sonza.

Voltado para outro ritmo musical, o grupo Turma do Pagode faz apresentação na arena do M'Boi Mirim, na avenida Luiz Gushiken, região norte da cidade no domingo, (28), às 15h.

Além disso, o Nação Zumbi, grupo formado no início dos anos 1990 em Recife que mistura guitarras distorcidas e maracatu, encerra a programação do palco Butantã no sábado (27), às 21h.

Sob o tema "Virada do Pertencimento", o evento pretende descentralizar os shows, que antes ocupava majoritariamente palcos no centro histórico de São Paulo, e levá-los para regiões mais afastadas. Neste ano, por exemplo, é a primeira vez que Parelheiros, na região sul, recebe grandes atrações, como Simone Mendes e Fundo de Quintal.

"Não é a periferia que está vindo para o show, é o show que está indo para a periferia", afirma Aline Torres, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. A expectativa deste ano é que circulem cerca de 4 milhões de pessoas durante o evento.

Diante de diversos festivais sediados na capital paulista, - como o Ultra, no Vale Anhangabaú onde também acontecerá o Mita Festival uma semana depois da Virada-, o evento da prefeitura, segundo a secretária, vai além de oferecer música à população.

"A Virada Cultural não é um evento isolado, ela é uma ação de política pública. Quando a gente leva um palco para a Brasilândia, a gente leva a subprefeitura, a Secretaria de Educação, a Secretaria de Segurança Urbana", afirma Torres.

Clique aqui e leia mais sobre a programação da Virada Cultural 2023 e saiba onde estarão localizados os palcos.

Virada Cultural

Quando: Sáb. (27) e dom. (28)
Onde: Vários endereços
Preço: Grátis
Link: https://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/ 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guardião e protetor

Exu é o diabo? Conheça essa entidade na umbanda

Exu é uma entidade muito presente nas religiões de matriz africana e a Gazeta te conta tudo sobre o guardião da umbanda; leia

O Santo Casamenteiro

Dia de Santo Antônio: conheça o padroeiro que prepara casamentos

Veja a história e os milagres de Santo Antônio, um dos santos mais queridos e venerados da Igreja Católica.

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter