X

ARRASTÃO NA VIRADA

Virada Cultural: Polícia prende 47 suspeitos de arrastões

51 celulares foram apreendidos e 5 frequentadores foram esfaqueados; 32 dos suspeitos foram liberados e outros 15 estariam detidos

Da Reportagem

Publicado em 30/05/2022 às 16:19

Atualizado em 30/05/2022 às 16:25

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Virada Cultural 2022 / Divulgação/Prefeitura de SP

Após uma série de arrastões cometidos neste final de semana na Virada Cultural na cidade de São Paulo, a Polícia Civil, a Polícia Militar (PM) e a Guarda Civil Metropolitana (GCM) detiveram aproximadamente 47 suspeitos e apreenderam cerca de 51 celulares com eles. Além disso, ao menos cinco frequentadores do evento foram esfaqueados, mas sobreviveram. As informações são do g1.

Esses números podem mudar devido às forças de segurança ainda não terem divulgado um balanço final das ocorrências até a tarde desta segunda-feira (30). O número total de vítimas também não foi informado.

A Virada Cultural deste ano voltou a ser presencial após um hiato de dois anos por causa da pandemia de Covid. Na edição de 2020 ela foi virtual. E em 2021 não foi realizada. O evento é gratuito.

Vídeos gravados no fim de semana pela TV Globo mostram grupos de jovens atacando pessoas que estavam curtindo shows perto de um dos palcos da Virada Cultural, no Vale do Anhangabaú, Centro da capital.

Nas imagens, gravadas entre sábado (28) e domingo (29), eles agridem, roubam e furtam telefones das vítimas. O g1 conversou com algumas delas, que reclamaram da falta de segurança no local. Uma acusou ainda a PM de agredi-la com cassetete. A garota estava com a cabeça sangrando.

Ao menos 32 dos suspeitos foram liberados e outros 15 continuariam detidos. Todos, no entanto, são investigados pela polícia por suspeita de roubarem ou furtarem telefones e outros objetos de frequentadores da Virada na região central. Nos outros palcos do evento, nas zonas Leste, Oeste, Sul e Norte, os shows seguiram sem problemas, como os vistos no Centro.

Os arrastões e agressões ocorridos no Vale do Anhangabaú chegaram a interromper alguns shows e repercutiram nas redes sociais. Outros frequentadores criticaram a violência e a falta de policiamento no evento. Após isso, as forças de segurança deslocaram mais agentes para o Centro e realizaram operações para combater os crimes que ocorreram no local.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

REGRAS DA CBF?

CBF pede para jogador não usar cabelo rosa na Seleção: 'é meio vacilão'

Yan Couto não especificou se o pedido veio da entidade ou de algum integrante específico

"King Costela"

Após propaganda enganosa, Burger King finalmente lança sanduíche de costela

Em tom de humor, para anunciar o novo lanche, a empresa agradeceu ao Procon-SP

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter