X

ESCALA RICHTER

Quando ocorreram os maiores terremotos do Brasil? Saiba datas e locais

Mesmo fora de uma zona de grande atividade sísmica, o Brasil já registrou alguns terremotos de magnitude significativa em seu território

Leonardo Sandre

Publicado em 28/02/2024 às 11:02

Atualizado em 28/02/2024 às 12:52

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Em 20 de janeiro de 2024 ocorreu o maior terremoto da história do País, nos estados de Acre e Amazonas / Divulgação/DNIT

Mesmo não estando em uma zona de grande atividade sísmica, o Brasil já registrou alguns terremotos de magnitude significativa em seu território. Em 20 de janeiro de 2024 ocorreu o maior terremoto da história do País, nos estados de Acre e Amazonas. A Gazeta separou os maiores terremotos do território nacional.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

 

Veja os maiores terremotos já registrados no Brasil

  1. 6,6 graus: Acre e Amazonas - 20 de janeiro de 2024. O serviço Geológico dos Estados Unidos informou que foi próximo a Tarauacá, no Acre, mas as coordenadas apontam para uma área isolada em Ipixuna, no Amazonas. O maior terremoto da história do Brasil;
  2. 6,5 graus: Tarauacá, Acre - 7 de junho de 2022;
  3. 6,2 graus: Serra do Tombador, Mato Grosso - 31 de janeiro de 1955;
  4. 6,1 graus: Divisa entre Acre e Amazonas -  22 de julho de 2007;
  5. 5,5 graus: Codajás, Amazonas - 5 de agosto de 1983;
  6. 5,5 graus: Tubarão, Santa Catarina - 28 de junho de 1939;
  7. 5,4 graus: Noroeste de Mato Grosso do Sul - 13 de fevereiro de 1964;
  8. 5,2 graus: São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro (2008) - 22 de abril de 2008
  9. 5,2 graus: Porto Gaúcho, Mato Grosso - março de 1998;
  10. 5,2 graus: Pacajus, Ceará (1980) - 20 de novembro de 1980;
  11. 5,1 graus: João Câmara, Rio Grande do Norte - 30 de novembro de 1986;
  12. 5,1 graus: Manaus, Amazonas - 14 de dezembro de 1963;
  13. 5,1 graus: Mogi-Guaçu, São Paulo (1922) -  27 de janeiro de 1922;
  14. 5,0 graus: Plataforma, Rio Grande do Sul, 1990;
  15. 5,0 graus: João Câmara, Rio Grande do Norte - 30 de novembro de 1986.

O primeiro sismo da história do País a provocar morte foi em 2007 e ocorreu em Itacarambi, Minas Gerais, com um tremor de 4,9 graus.

 

O que causa um terremoto?

Um terremoto ocorrer está diretamente relacionado ao movimento das placas tectônicas e, mais detalhadamente, em suas falhas geológicas. Entretanto, o Brasil, em razão da sua localização - que fica em uma grande placa tectônica única – normalmente não registra terremotos de grande magnitude.

 

Escala Richter

A Escala Richter é uma ferramenta para medir a magnitude de um terremoto. Ela gera, por meio de medições realizadas em sismógrafos, dados absolutos sobre a liberação de energia durante um evento sísmico.

Índices de 3 a 3,9
Podem ser notados pelas pessoas, porém não causam danos materiais
Frequência mundial: 50 mil por ano

4 a 4,9
Maior intensidade e, algumas vezes, podem provocar estragos em carros e vidros
Frequência mundial: 8 mil por ano

5 a 5,9
Passam a causar danos em construções sólidas. Podem provocar rachaduras
Frequência mundial: 1,5 mil por ano

6 a 6,9
Estragos chegam a até um raio de 100 quilômetros. Destroem até pontes e estradas
Frequência mundial: 150 por ano

7 a 7,9
São 10 vezes mais fortes que os terremotos de magnitude de nível 6 da escala
Frequência mundial: 20 por ano

8 em diante
São catastróficos. Capazes de destruirem cidades inteiras e causarem milhares de mortes
Frequência mundial: um a cada oito meses

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

MOBILIDADE URBANA

Linha 6-Laranja: túneis se encontram na zona norte de SP

Cerimônia celebrou o encontro dos túneis da futura estação Brasilândia e do Pátio Morro Grande

Leilão de veículos

Detran-SP realiza leilão online com lances a partir de R$ 2 mil

Carros conservados e sucatas disponíveis; visite e faça seu pré-lance em julho

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter