X

DOAÇÕES

Saiba como doar parte do Imposto de Renda para as cidades atingidas do RS

É possível destinar até 3% do seu imposto de renda para doação para as vítimas no território gaúcho

Leonardo Sandre

Publicado em 08/05/2024 às 14:55

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Doar parte do Imposto de Renda também pode ser uma maneira de ajudar / Freepik

As chuvas geraram uma grave tragédia no Rio Grande do Sul. A estimativa é de que ao menos 401 cidades tenham sido afetadas, o que corresponde a 80,6% do total das 497 cidades gaúchas. Na tentativa de ajudar a amenizar o impacto das enchentes, diversas formas de ajudar a população afetada foram surgindo com o passar dos dias.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

Estão sendo aceitas doações financeiras via pix. Doações de mantimentos e itens de higiene pessoal também estão sendo recebidos e enviados para a população gaúcha pelos Correios de São Paulo e Paraná. Uma outra forma de ajudar é doando parte do Imposto de Renda.

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda 2024 começou no dia 15 de março. Além de acertar as contas, esse períodoa também é uma oportunidade para ajudar. 

Você pode destinar até 3% do seu imposto de renda para a proteção às crianças, adolescentes, idosos, fomentar atividades culturais, audiovisuais e desportivas, além de doar para vítimas da tragédia no Rio Grande do Sul.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Entre, também, no nosso canal!
Mantenha-se bem informado.

Como fazer a doação de parte do Imposto de Renda?

A ajuda financeira pode ser feita seguindo os seguintes passos:

  1. Na aba "Fichas da Declaração" clique em "Doações Diretamente na Declaração".Selecione a aba "Criança e Adolescente" ou "Pessoa Idosa", clique em "Novo" e escolha se deseja fazer uma doação para o estado de Rio Grande do Sul ou para algum dos municípios afetados em específico.
  2. Informe o valor da doação, que será calculado automaticamente pelo programa.
  3. O programa emitirá um DARF específico para sua doação que estará disponível na aba "Imprimir".
  4. Pague o DARF até o dia 31 de maio de 2024.
  5. Envie o DARF e o Comprovante de Pagamento para o e-mail da instituição escolhida ou telefone para avisá-los.

Importante: É necessário que a instituição esteja ciente da doação e que tudo tenha sido feito da forma correta e com acesso devido aos documento. Só assim o recurso poderá ser repassado do Fundo Municipal para a associação desejada.

Quem doa ganha desconto no cálculo do ano seguinte

Quem realiza a doação ganha desconto no cálculo do seu Imposto de Renda do ano que vem. Para isso basta:

  1. Procure o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, ou o Conselho dos Direitos da Pessoa Idosa da sua cidade. Ou ainda, entre em contato com um Conselho estadual ou nacional. A escolha é toda do contribuinte.
  2. Faça uma doação ao Fundo administrado pelo Conselho que você escolheu.
  3. O Conselho dá um comprovante da destinação efetuada, e você deve guardá-lo até o ano seguinte. Faça uma doação ao Fundo administrado pelo Conselho que você escolheu.
  4. No ano seguinte, ao preencher a Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física, você declara o valor doado na guia "Doações Efetuadas". Com isso, você poderá deduzir a soma destinada do seu IRPF

Para fazer a destinação durante o ano-calendário, você mesmo calcula o Imposto Devido sobre a renda que está auferindo no ano atual e pode direcionar 6% dele.

Instituições para doação

Faça uma pesquisa online sobre quais instituições gaúchas atuam na região e no foco desejado. Ao encontrar a instituição que te agrade, basta sinalizar para ela que fará uma doação e avisar quando ela estiver feita.

É fundamental que a associação esteja ciente que a doação foi realizada e que possua os documentos necessários para contatar o Governo. Só assim a quantia chegará até eles.

Doação não gera nenhum custo extra

Quem decidir destinar parte do Imposto de Renda não terá que pagar nenhuma quantia extra por isso. Ao optar pela destinação, o seu imposto a pagar não aumenta e sua restituição não será diminuída. O Programa Gerador do Imposto de Renda calcula automaticamente o valor da destinação.

Caso tenha restituição a receber, será somado ao valor da restituição que receberá da Receita Federal. Um DARF será gerado para pagamento até o último dia do prazo para declaração.  Em outras palavras, você pagará o DARF e a Receita Federal restituirá para você o valor destinado.

A ação também pode ser realizada com a ajuda do seu contador, se for o caso.

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Reforma no interior

Prefeitura de Nova Europa abre licitação de R$ 360 mil para reforma de escola municipal

Início de recebimento das propostas será a partir do dia 18 de junho e da disputa de preço será dia 2 de julho

PROPAGANDA ANTECIPADA

Pré-candidata do Novo critica valor de multas a Lula e Boulos

TRE-SP condenou Lula a pagar R$ 20 mil por propaganda antecipada, enquanto Boulos foi multado em R$ 15 mil

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter