últimas notícias
André Luiz de Almeida Mendonça
André Luiz de Almeida Mendonça
Foto: José Dias/PR

André Mendonça é o novo ministro da Justiça; Alexandre Ramagem assume a PF

Anúncio foi publicado na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União

Na madrugada desta terça-feira, o governo federal anunciou que o atual titular da Advocacia-Geral da União (AGU), André Luiz Mendonça, é o novo ministro da Justiça. O atual diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, foi anunciado como o novo diretor-geral da Polícia Federal (PF). As decisões foram publicadas na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União.

Os cargos estavam vagos desde a semana passada, quando Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, pediu demissão após a exoneração de Maurício Valeixo, ex-diretor da PF.

MINISTRO.

André Luiz de Almeida Mendonça é pós-graduado em direito pela Universidade de Brasília (Unb). Mendonça já atuou como corregedor-geral da União entre 2016 e 2018. Em seguida, passou a comandar a Abin.

DIRETOR-GERAL.

Alexandre Ramagem entrou na Polícia Federal em 2005. Na PF, ele também atuou na área de Coordenação de eventos durante a Copa do Mundo de 2014, a Olimpíada de 2016 e a Rio+20, conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente.

Ramagem foi segurança de Bolsonaro durante a campanha eleitoral em 2018. Em julho de 2019, foi nomeado para a direção da Abin.

Nesta segunda-feira, durante uma coletiva de imprensa, Bolsonaro confirmou sua proximidade com Ramagem, "Ele ficou novembro e dezembro, praticamente, na minha casa. Dormia na casa da vizinha, tomava café comigo”.

“E eu confio, passei a acreditar no Ramagem, conversava muito com ele, trocava informações. Demonstrou ser uma pessoa da minha confiança, então a partir do momento que eu tenho uma chance de indicar alguém pra PF, por que não o indicaria?", questionou Bolsonaro.

Comentários

Tops da Gazeta