últimas notícias
De acordo com as empresas a redução é necessária, pois a utilização dos ônibus tem sido feita por 20% da média de passageiros
De acordo com as empresas a redução é necessária, pois a utilização dos ônibus tem sido feita por 20% da média de passageiros
Foto: Eduardo Toledo

Viações Pirajuçara e Fervima reduzem a frota de ônibus durante a quarentena

Frota de ônibus em circulação na cidade de Taboão da Serra, na Capital e região foi reduzida pelas empresas; linhas municipais e intermunicipais estão operando com frota de domingo

As viações Pirajuçara e Fervima reduziram a frota de ônibus em circulação na cidade de Taboão da Serra, na Capital e região durante a quarentena. De acordo com a empresa, a redução é necessária, pois a utilização dos ônibus tem sido feita por 20% da média de passageiros, e a medida atende à recomendação de manter o isolamento social para evitar a propagação do COVID-19.

“Houve a necessidade da redução, devido queda de 80% na demanda de passageiro […] Linhas municipais e intermunicipais estão operando com frota de domingo porem as linhas que não tem programação de domingo estão operando com frota e sábado”, informou em nota Mauricio Dovalibe, gerente operacional da Viação Pirajuçara.

Ao “Portal O Taboanense”, as empresas informaram que, também foi concedido férias para funcionários que estavam no grupo de risco do coronavírus. “Operadores no quadro de risco foi liberado férias para evitar a propagação dessa pandemia e proteger tanto os funcionários e seus familiares”, disse.

“Temos intensificado a limpeza dos veículos, no interior da garagem e em todos os pontos inicial está sendo fornecido produto de limpeza (antibactericida e borrifador) para que, a cada término de viagem seja realizada a higienização dos carros, balaústre, pega mão, banco e o local de trabalho do condutor”, esclarece Dovalibe.

Sobre a reclamação dos usuários, que se queixam de superlotação nos coletivos, a empresa declarou que “estamos com a fiscalização de campo acompanhando e caso necessário será ajustado para evitar aglomerações no interior do coletivo”.

 

Comentários

Tops da Gazeta