últimas notícias
Na segunda-feira a atividade aconteceu na região central do município de Santo André
Na segunda-feira a atividade aconteceu na região central do município de Santo André
Foto: ANGELO BAIMA/PSA

Prefeitura distribui máscaras e higieniza mãos da população em Santo André

Equipes passaram a circular pela cidade fornecendo orientações sobre a Covid-19, higienizando as mãos da população com álcool em gel e distribuindo máscaras laváveis

A Prefeitura de Santo André, na região do ABC Paulista, iniciou um processo de ações moveis de combate ao novo coronavírus. Equipes passaram a circular pela cidade fornecendo orientações sobre a Covid-19, higienizando as mãos da população com álcool em gel e distribuindo máscaras laváveis. O objetivo da ação é evitar a proliferação do vírus.

Na segunda, a atividade aconteceu na região central do município. De acordo com a prefeitura, a ação será realizada de segunda a sexta, das 9h às 18h, cada dia em uma região diferente. As equipes contam com três profissionais que utilizam mochilas com capacidade para nove litros de álcool em gel.

“Mais uma inovação que Santo André traz para prevenção e conscientização da nossa gente, em um grande esforço para conter o avanço do coronavírus. Ações que são resultado de um planejamento prévio”, disse o prefeito Paulo Serra.

No site da Prefeitura de Santo André (www2.santoandre.sp.gov.br) é possível ver o cronograma com todos os bairros que serão atendidos. Nessa quarta-feira, 20, os agentes estarão na Vila Luzita e no dia 21 na avenida Utinga. A ação segue até o dia 4 de junho. 

Até a tarde de segunda-feira, 18, a cidade de Santo André contabilizava 1.139 casos confirmados de coronavírus e 104 óbitos.

OUTRAS AÇÕES.

As ações de prevenção móvel são uma extensão dos Pit Stops da Prevenção, que foram instalados em terminais de ônibus e feiras livres de Santo André. Nestes locais, são distribuídas máscaras e a população também pode higienizar as mãos com álcool em gel.

A Prefeitura de Santo André está distribuindo 600 mil máscaras laváveis para a população. Deste total, 300 mil estão sendo fabricadas por costureiras por meio do programa Costurando com Amor, iniciativa do Fundo Social de Solidariedade de Santo André. As outras 300 mil unidades foram adquiridas pela administração.

O uso de máscaras é obrigatório em Santo André, previsto em decreto municipal publicado no dia 2 de maio. As máscaras podem ser industrializadas ou fabricadas artesanalmente, desde que produzidas com material que crie barreiras para a propagação do vírus.

Comentários

Tops da Gazeta